Em reunião do Grupo de Estratégia, equipes vetam pedido da Marussia para correr com carro de 2014, diz jornalista

De acordo com o jornalista Ralf Bach, do 'Bild', a Marussia teve negado pelo Grupo de Estratégia da F1 o seu pedido para disputar a temporada 2015 com o carro de 2014

Um dia depois de o mundo saber que a Marussia sobrevive por aparelhos graças a um salvador ainda não identificado — fala-se que se trata de Justin King, pai de Jordan King, ex-CEO da rede de mercados J Sainsburg —, um duro golpe atingiu a equipe. De acordo com o jornalista Ralf Bach, do blog 'F1-insider.com' e do 'Bild', o Grupo de Estratégia da F1 rejeitou o pedido da equipe para correr com o carro do ano passado.

Segundo as informações, Bernie Ecclestone abriu a reunião dizendo que a Marussia não tinha o direito de fazer tal pedido, mas que deixava a cargo das equipes a decisão. Logo de início, a Force India — que mal foi a Jerez treinar e não deve aparecer em Barcelona para a próxima rodada de treinos — foi contra a ideia. Em seguida, a Red Bull também se manifestou contra. Lotus, Sauber e Toro Rosso acompanharam as relatoras.

Está difícil para a Marussia voltar para o grid da F1 em 2015 (Foto: Marussia)

Se de fato não puder correr com o modelo do ano passado, o MR03, a Marussia não deve disputar o campeonato 2015, até porque não tem nada projetado para tal. Funcionários da equipe foram chamados de volta ao trabalho, mas para conceber um carro com as características deste ano levaria pelo menos três ou quatro meses.

Sem Marussia e Caterham, a F1 deve contar com 18 carros nesta temporada. Isso, claro, se a Force India realmente aparecer com seus dois carros, os quais se conhece apenas a pintura.

A informação do veto ao uso do carro de 2014 por parte da Marussia surge no mesmo dia em que a Caterham anunciou que vai leiloar chassis, fábrica, equipamentos de corrida e simulador.

ANÁLISE
Uma Ferrari melhor, mas até que ponto competitiva? Dá para confiar nos tempos da Sauber? Por que a Williams andou pouco? E a McLaren-Honda vai conseguir chegar à primeira corrida com um carro melhor do que este? Enviado especial a Jerez de la Frontera, Renan do Couto faz um balanço da primeira semana de testes da F1 nesta pré-temporada 2015.
 

Leia a análise completa do primeiro teste da F1 no GRANDE PRÊMIO.

AGORA VAI
Com a versão 2015 da YZR-M1, Jorge Lorenzo voltou a mostrar um ritmo forte nesse segundo dia da primeira bateria de testes da pré-temporada da MotoGP e foi o único a completar os 5.543 km da pista de Sepang em menos de 2min. Ainda sem a nova versão da Desmosedici, Andrea Dovizioso aparece em segundo, com o campeão vigente Marc Márquez fechando a lista dos três melhores.
 

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO.

LADO A LADO: ÁFRICA X AMÉRICA DO SUL
Maior prova off-road do mundo, o Rali Dakar nasceu na África, mas se mudou para América do Sul ainda na primeira década dos anos 2000 fugindo dos conflitos que assolam a região. Com a mudança, a prova perdeu em distância e duração, mas viu um aumento no número de participantes e encontrou um novo lugar para chamar de lar.
 

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube