F1

Em treino atrapalhado pela chuva, Hamilton volta a impor respeito e fecha quinta-feira na frente em Mônaco

A chuva deu as caras na tarde desta quinta-feira em Mônaco com pouco mais de 15 minutos do segundo treino livre do fim de semana. Com um grande tempo registrado enquanto a pista estava seca e com pneus macios, Lewis Hamilton se colocou no topo, 0s740 à frente de Nico Rosberg. Felipe Massa foi o 12º e Felipe Nasr, 17º

Warm Up / FERNANDO SILVA, de Sumaré

A segunda sessão de treinos livres do GP de Mônaco de F1 era aguardada por pilotos e equipes, que tinham a intenção de testar os pneus supermacios no circuito urbano do Principado. Mas a chuva deu as caras com pouco mais de 15 minutos de treino e acabou atrapalhando o desenrolar das atividades de pista em Monte Carlo. Enquanto houve pista seca, Lewis Hamilton aproveitou para voltar a mostrar um grande desempenho e, a exemplo do que já havia acontecido pela manhã, comandou a tabela de tempos, impondo respeito contra Nico Rosberg para a sequência do fim de semana em Mônaco. Com 1min17s192, o bicampeão do mundo colocou a Mercedes na frente e marcou o melhor tempo da quinta-feira (21).

“Ótimo. Foi um bom dia até agora", declarou Hamilton. “Aqui é questão de entrar no ritmo o mais tempo possível, e tem que ser bem específico com as mudanças de acerto que faz. Não são muitas. Hoje o equilíbrio não estava longe do ideal, então estávamos só mudando coisinhas para ganhar performance. Ainda tem o que melhorar, mas estou feliz”, completou.

Restou a Rosberg o segundo lugar. O alemão, porém, ficou bem atrás de Lewis, exatos 0s740, marcando 1min17s932 na melhor das dez voltas percorridas nesta tarde em Mônaco. Nico foi seguido pelo compatriota Sebastian Vettel, que acabou sendo 'o melhor do resto' no segundo treino livre. Kimi Räikkönen terminou como quarto colocado, enquanto Daniil Kvyat fechou o top-5, indicando uma melhora significativa da Red Bull, que foi terceira pela manhã com Daniel Ricciardo.

Dois dos grandes destaques do primeiro treino livre vieram na sequência. A boa e jovem dupla da Toro Rosso ocupou a sexta e sétima posições, com Carlos Sainz Jr. e Max Verstappen, respectivamente. Fernando Alonso conseguiu levar a McLaren ao top-10 e terminou o dia em oitavo, enquanto Nico Hülkenberg e Romain Grosjean completaram o rol dos dez primeiros da tarde em Mônaco.

Os brasileiros da F1 fecharam a quinta-feira de forma discreta. Felipe Massa terminou o segundo treino livre em 12º lugar, logo à frente de Valtteri Bottas, seu companheiro de equipe na Williams. Por sua vez, Felipe Nasr foi o 17º com o Sauber Ferrari C34.

Eu acho que não foi um grande dia", declarou Massa. "Andamos muito na primeira sessão, mas não muito na segunda por causa da chuva. Não testamos o supermacio, então é uma ‘meia’ compreensão do carro."
Lewis Hamilton foi o grande nome desta quinta-feira em Mônaco (Foto: AP)

Confira como foi o segundo treino livre para o GP de Mônaco

Sem tempo a perder, vários pilotos deixaram os boxes para cumprir as primeiras voltas do segundo treino livre em Mônaco. Uma sessão que começou de forma bastante intensa, gerando forte tráfego em Monte Carlo. Vários competidores tiveram de lidar com a falta de aderência e deram suas escapadas, como Vettel, Räikkönen e Maldonado. Na tabela dos tempos, Rosberg iniciou na frente, mas não demorou para ser batido por Sebastian. As marcas seguiam caindo e, com dez minutos de sessão, o jovem Sainz Jr. era o líder.

Aí Hamilton tratou de mostrar porque não é líder da temporada por acaso. Com poucas voltas completadas, o britânico fez o bastante para marcar o então melhor tempo do dia, 1min17s640, subindo fácil para a ponta. Rápido demais, Lewis melhorou bem sua marca ao cravar 1min17s192. Com 15 minutos de sessão, veio a primeira bandeira vermelha do dia. Roberto Merhi, piloto da Manor Marussia, perdeu o controle do seu carro na saída do túnel, quando se aproximava da Chicane do Porto, bateu no guard-rail e ficou parado em um ponto perigoso, levando a interromper o treino.

E justamente durante o período de bandeira vermelha, a chuva deu as caras em Mônaco, confirmando a previsão do tempo para a tarde desta quinta-feira. No início, a chuva veio de forma leve, mas o suficiente para mudar as condições da pista. E mesmo depois que a luz verde foi acionada no Principado, as equipes optaram por deixar seus pilotos nos boxes.
A Lotus só podia estar tirando uma com a cara de Maldonado ao mandá-lo de supermacios na chuva (Foto: Reprodução TV)
Mesmo com a chuva cada vez mais intensa, a Lotus acabou liberando Maldonado de volta à pista, mas com o E23 #13 do venezuelano calçado com pneus supermacios. Em meio aos risos dos mecânicos do time de Enstone, Pastor lutava para não bater e se arrastou de volta aos boxes.

Daí em diante, na prática, não houve treino. Pilotos e equipes optaram por poupar os respectivos equipamentos para a sequência do fim de semana, e o circuito de Monte Carlo ficou sem qualquer atividade. A transmissão da TV, para fazer passar o tempo, exibia replays e as imagens dos carros nos boxes.

Restando dez minutos para o fim do treino, muitos pilotos deixaram os boxes e tiveram a chance de guiar no molhado em Mônaco. Caso de Alonso, Button, Kvyat e Ricciardo, todos na pista com pneus intermediários. Massa também deixou os pits e aproveitou para ganhar um pouco mais de quilometragem com o FW37, assim como Bottas. Rosberg, com pneus para chuva forte, também completou algumas voltas no fim da sessão, sendo seguido pelos carros da Ferrari e da Force India, além de Maldonado, Grosjean e o próprio Hamilton. Apesar de a aderência ter sido muito comprometido em tais condições, não houve maiores incidentes na fase final do treino em Mônaco.

Para Rosberg, "não foi o dia perfeito". "Ninguém viu a chuva chegando, senão teriam colocado supermacios logo, então fomos pegos de surpresa. Mas deu para ver que o carro é rápido”, falou o alemão, que tenta a terceira vitória seguida no Principado. Nico acredita que os pneus mais rápidos devam durar 2/3 da prova de domingo. “Estamos confiantes de que vai, porque fizemos no ano passado, e nada é diferente. É mais uma questão de acertar o carro e fazer uma boa classificação."
VIU ESSA? INDY APRESENTA VÍDEO DA INDY 500 DE 2016, A 100ª
F1, GP de Mônaco, Monte Carlo, treino livre 2:

1 44 LEWIS HAMILTON ING MERCEDES 1:17.192   10
2 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES 1:17.932 +0.740 14
3 5 SEBASTIAN VETTEL ALE FERRARI 1:18.295 +1.103 12
4 7 KIMI RÄIKKÖNEN FIN FERRARI 1:18.543 +1.351 13
5 26 DANIIL KVYAT RUS RED BULL RENAULT 1:18.548 +1.356 15
6 55 CARLOS SAINZ JR ESP TORO ROSSO RENAULT 1:18.659 +1.467 12
7 33 MAX VERSTAPPEN HOL TORO ROSSO RENAULT 1:18.782 +1.590 10
8 14 FERNANDO ALONSO ESP McLAREN HONDA 1:18.906 +1.714 16
9 27 NICO HÜLKENBERG ALE FORCE INDIA MERCEDES 1:19.151 +1.959 11
10 8 ROMAIN GROSJEAN FRA LOTUS MERCEDES 1:19.266 +2.074 11
11 11 SERGIO PÉREZ MEX FORCE INDIA MERCEDES 1:19.300 +2.108 11
12 19 FELIPE MASSA BRA WILLIAMS MERCEDES 1:19.560 +2.368 13
13 77 VALTTERI BOTTAS FIN WILLIAMS MERCEDES 1:19.566 +2.374 12
14 13 PASTOR MALDONADO VEN LOTUS MERCEDES 1:19.577 +2.385 11
15 22 JENSON BUTTON ING McLAREN HONDA 1:19.606 +2.414 12
16 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL RENAULT 1:19.639 +2.447 12
17 12 FELIPE NASR BRA SAUBER FERRARI 1:20.263 +3.071 9
18 98 ROBERTO MERHI ESP MANOR MARUSSIA FERRARI 1:22.017 +4.825 8
19 28 WILL STEVENS ING MANOR MARUSSIA FERRARI 1:22.943 +5.751 11
20 9 MARCUS ERICSSON SUE SAUBER FERRARI      
    TEMPO 107% TL2   1:22.595 +5.403  
               
RECORDE KIMI RÄIKKÖNEN FIN McLAREN MERCEDES 1:13.532 27/05/2006  
MELHOR VOLTA MICHAEL SCHUMACHER ALE FERRARI 1:14.439 23/05/2004