F1
09/06/2018 13:00

Em treino marcado pelo equilíbrio, Verstappen volta a liderar na última chance antes da classificação no Canadá

A última sessão antes da classificação do GP do Canadá acompanhou um intenso equilíbrio entre as três primeiras equipes do grid. E Max Verstappen, de novo, ditou o ritmo ao liderar o TL3 em que a diferença entre os quatro primeiros ficou na casa de 0s1
Warm Up / EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba
 Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

A sessão livre final deste sábado (9) em Montreal pode ser considerada como uma grata amostra do que deve acontecer logo mais na classificação do GP do Canadá. Com as três principais equipes finalmente em pé de igualdade no que diz respeito ao uso dos compostos hipermacios – a versão mais rápida da Pirelli –, a diferença entre os quatro primeiros da tabela foi apenas de um décimo. E quem novamente apareceu veloz foi Max Verstappen.
 
O jovem holandês se pôs forte já nos minutos finais para cravar 1min11s599, o que colocou fim ao desempenho ferrarista. Sebastian Vettel comandou grande parte do terceiro treino livre, fazendo valer a performance da borracha de cor rosa, mas não conseguiu retrucar o #33. Mas Max, danado que só ele, foi capaz de associar melhor os três setores do circuito Gilles Villeneuve para passar 0s049 à frente do tetracampeão. Kimi Räikkönen se pôs em terceiro, 0s051 mais lento. Já Lewis Hamilton, na primeira vez que andou com o hiper, fez o quatro melhor tempo, um décimo atrás.

Daniel Ricciardo bem que tentou nos últimos minutos, mas não se viu capaz de repetir a performance do companheiro de Red Bull. O australiano, então, acabou longe dos rivais, sendo a primeiro da lista na casa de 1min12s. Valtteri Bottas também ficou aquém, e sexto, enquanto Sergio Pérez liderou o pelotão intermediário. Nico Hülkenberg, Romain Grosjean e Stoffel Vandoorne completaram os dez primeiros.

A F1 volta a partir das 15h (de Brasília), para a definição do grid de largada no circuito Gilles Villeneuve, em Montreal. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.
Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Confira como foi o terceiro treino livre do GP do Canadá

A última sessão de atividades da F1 antes da definição do grid começou com temperaturas mais altas e céu azul no circuito Gilles Villeneuve. Como sempre acontece, os primeiros minutos foram dedicados apenas às voltas de instalação. E demorou quase cinco minutos para o primeiro tempo cronometrado aparecer, e a tarefa coube a Kimi Räikkönen. Andando já com os hipermacios, o finlandês precisou de quatro giros para cravar 1min12s931 e liderar os instantes iniciais.
 
Logo depois, a Red Bull também mandou Daniel Ricciardo à pista. Sebastian Vettel surgiu na sequência, trazendo junto Fernando Alonso, Sergio Pérez, Stoffel Vandoorne e Romain Grosjean. Destes, apenas o australiano optou pelos ultramacios. O restante preferiu iniciar o stint com os compostos de cor rosa. Já o belga da McLaren optou pelos supermacios - a versão mais dura e lenta do fim de semana.
 
Räikkönen ainda virou 1min12s359 antes de retornar aos boxes. Vettel era o segundo, mais 0s419 do finlandês. Carlos Sainz (hipermacios), Alonso, Ricciardo, Nico Hülkenberg (hiper), Pierre Gasly, Vandoorne, Grosjean e Pérez completavam os dez primeiros nos 15 minutos iniciais.
Vandoorne escapou durante o início do TL3 em Montreal (Foto: Reprodução/F1)
E foi bem nesta fase, a sessão viu a primeira bandeira amarela. Vandoorne escapou na curva 3, ainda no primeiro setor. Sem dano, porém.
 
Quando a sessão voltou ao ritmo normal, Vettel já estava à frente com 1min12s235, apenas 0s124. Usando os ultramacios, Ricciardo surgia em terceiro, mas a 0s7 do alemão da Ferrari. Valtteri Bottas e Lewis Hamilton também já faziam seus primeiros stints com o ultra. O finlandês era o quarto, 0s9 atrás de Seb. Hamilton vinha em sétimo, mais de 1s atrás.
 
Para quem andava de hipermacio, o tempo só vinha depois de duas ou três voltas. Que foi o caso da Ferrari. Já a Mercedes preferiu ainda trabalhar em cima dos compostos roxos. E Hamilton conseguiu saltar para terceiro, ficando a pouco mais de 0s3 da marca de Vettel. Mas viria mais.
 
Minutos depois, o tetracampeão da Mercedes acertou os dois primeiros setores, impondo novas parciais, mas acabou perdendo no fim, depois de entrar de formar mais veloz na curva final. Ainda assim, Lewis foi capaz de assumir o segundo lugar, apenas 0s066 mais lento que o líder. E o detalhe: ainda andando de ultra, enquanto o ferrarista insistia no hiper.
 
Assim, com 30 minutos de sessão, a ordem era a seguinte: Vettel (hiper), Hamilton (ultra), Räikkönen (hiper), Verstappen (ultra), Bottas (ultra), Ricciardo (ultra), Pérez (hiper), Ocon (hiper), Gasly (hiper), Sainz (hiper), Leclerc ( hiper), Hülkenberg, (hiper), Hartley (hiper), Grosjean (ultra), Alonso (hiper), Stroll (hiper), Sirotkin (hiper), Vandoorne (super), Magnussen (ultra) e Ericsson (hiper).
Sebastian Vettel comandou a primeira parte da sessão (Foto: AFP)

E foi perto dos 20 minutos finais que a Mercedes decidiu usar os hipermacios. Foi a primeira vez que a equipe alemã fez uso do composto mais rápido do fim de semana, e coube a Bottas fazer as honras da casa. A Ferrari também devolveu sua dupla com jogos novos de hipermacios. E o mais rápido de início nesta configuração foi Räikkönen, o primeiro a entrar na casa de 1min11s763. 
 
Bottas surgiu pouco mais de foi 0s5 mais lento que o compatriota. Na sequência, Vettel apareceu com 1min11s648, para reassumir a ponta, enquanto Ricciardo desalojava o finlandês da Mercedes do terceiro posto. E a diferença na ponta da tabela entre os dois carros da Ferrari era de somente 0s002.

Aí foi a vez de Hamilton sair com os hipermacios, assim como a Red Bull, que primeiro mandou Verstappen. O inglês errou na primeira tentativa e acabou abortando a volta, mas acertou a seguinte para ficar a só 0s058 da marca do rival ferrarista. Enquanto isso, o jovem holandês repetiu a atuação da sexta-feira e superou os carros vermelhos e prateados, ao virar 1min11s599. A diferença entre os quatro primeiros - VER, VET, RAI e HAM -  ficou em apena 0s107, como uma espécie de amostra do que deve vir pela frente na classificação de logo mais. 



F1 2018, GP do Canadá, Montreal, Treino livre 3:

1   33 Max VERSTAPPEN HOL Red Bull Tag Heuer 1:11.599  
2   5 Sebastian VETTEL ALE Ferrari 1:11.648 +0.049
3   7 Kimi RÄIKKÖNEN FIN Ferrari 1:11.650 +0.051
4   44 Lewis HAMILTON ING Mercedes 1:11.706 +0.107
5   3 Daniel RICCIARDO AUS Red Bull Tag Heuer 1:12.153 +0.554
6   77 Valtteri BOTTAS FIN Mercedes 1:12.255 +0.656
7   11 Sergio PÉREZ MEX Force India Mercedes 1:12.903 +1.304
8   27 Nico HÜLKENBERG ALE Renault 1:12.946 +1.347
9   8 Romain GROSJEAN FRA Haas Ferrari 1:13.014 +1.415
10   2 Stoffel VANDOORNE BEL McLaren Renault 1:13.034 +1.435
11   31 Esteban OCON FRA Force India Mercedes 1:13.064 +1.465
12   28 Brendon HARTLEY NZL Toro Rosso Honda 1:13.076 +1.477
13   14 Fernando ALONSO ESP McLaren Renault 1:13.225 +1.626
14   55 Carlos SAINZ JR ESP Renault 1:13.331 +1.732
15   10 Pierre GASLY FRA Toro Rosso Honda 1:13.334 +1.735
16   16 Charles LECLERC MCO Sauber Ferrari 1:13.452 +1.853
17   20 Kevin MAGNUSSEN DIN Haas Ferrari 1:13.488 +1.889
18   35 Sergey SIROTKIN RUS Williams Mercedes 1:13.818 +2.219
19   9 Marcus ERICSSON SUE Sauber Ferrari 1:13.925 +2.326
20   18 Lance STROLL CAN Williams Mercedes 1:13.968 +2.369
          Tempo 107% 1:16.611 +5.012