F1

Em vídeo na internet, Alonso fala pela primeira vez após acidente e diz estar “completamente bem”

Fernando Alonso postou um vídeo no qual agradece pelas mensagens de apoio que recebeu desde o último domingo e afirmou que gostaria de estar nos testes da F1 em Barcelona, mas está descansando, como recomendaram os médicos

Warm Up, de Barcelona / RENAN DO COUTO, de Barcelona

Fernando Alonso postou um vídeo nas redes sociais com sua primeira declaração após o acidente sofrido no último domingo em Barcelona. O bicampeão, que voltou para casa depois de receber alta do hospital na quarta-feira, assegurou que está bem e disse que gostaria de estar nos testes da F1 em Barcelona.

"Olá a todos. Como vocês podem ver, estou completamente bem. Eu gostaria de estar nos testes em Barcelona, mas as recomendações dos médicos são para que eu espere mais um pouquinho. Vou descansar este fim de semana e mantê-los informados na semana que vem sobre o progresso. Vejo vocês na pista e agradeço pelo apoio", afirmou o bicampeão da F1.

Alonso bateu na curva 3 do Circuito da Catalunha depois de, segundo a McLaren, perder o controle do carro por causa de uma rajada de vento.

O impacto não foi extremamente forte, mas o suficiente para deixá-lo inconsciente por alguns segundos e exigiu o transporte de helicóptero para o Hospital General de Catalunya. De acordo com a equipe inglesa, foram realizadas tomografias e ressonâncias magnéticas que não encontraram nenhuma lesão.



Na coletiva que deu na tarde de quinta-feira, Dennis não quis confirmar a participação do seu renomado piloto no GP da Austrália porque isso dependerá dos médicos. Será preciso que um teste realizado pela FIA aprove o dono do carro #14. De qualquer modo, o diretor-executivo da McLaren afirmou que não vê razão para que Alonso não passe nesta avaliação.

Com um prazo de recuperação "não quantitativo", o espanhol está fora desta última bateria de testes da pré-temporada, que vai até domingo. Seu substituto é Kevin Magnussen, mas a McLaren ainda não confirmou quando ou se o dinamarquês vai realmente guiar o MP4-30. Na quinta e na sexta, é Jenson Button o responsável por conduzir os testes. Já foi necessário trocar o motor Honda devido a um vazamento de óleo, mas 44 voltas foram completadas pelo britânico até a hora do almoço desta sexta.

Se teve gente que ainda não se convenceu com as explicações dadas pela McLaren, como Gary Hartstein, ex-médico chefe da FIA, para outros pilotos da F1 elas fazem sentido. Segundo alguns competidores ouvidos pelo GRANDE PRÊMIO, é possivel, sim, que o vento tenha levado o bicampeão a perder o controle e se acidentar. Felipe Massa e Lewis Hamilton destacaram o fato de que a FIA analisará o ocorrido para tirar suas próprias conclusões.

GP segue acompanhando AO VIVO e em TEMPO REAL os testes da F1 em Barcelona.