F1

Emocionante e incrível: Massa sente que “valeu a pena fazer um ano” a mais pelo resultado no Brasil

Felipe Massa viveu talvez sua melhor corrida na temporada 2017 no GP do Brasil. O brasileiro cruzou a linha na sétima colocação e, novamente, disse adeus aos torcedores em Interlagos. Massa falou em corrida perfeita e não hesitou em celebrar a emoção de ouvir o filho no rádio

Warm Up, DE INTERLAGOS / EVELYN GUIMARÃES, de Interlagos / GABRIEL CURTY, de Interlagos / VICTOR MARTINS, de Interlagos

No ano passado, a chuva intermitente do GP do Brasil transformou tudo em uma loteria de disputas e emoções. O acidente contíguo à entrada dos boxes trouxe cenas jamais esperadas para um piloto que não havia pontuado, mas que merecia uma despedida decente. Neste domingo (12), tudo foi diferente: o sol forte, o ritmo, o resultado máximo para o carro da Williams: sétimo lugar.

Quer dizer, nem tudo foi diferente. Porque foi tocante da mesma forma. Felipe Massa fez uma corrida combativa. Largou muito bem, quase entrou no top-5 e travou uma briga com Fernando Alonso ao longo de quase toda a prova. Na linha de chegada, o piloto foi ao êxtase, gritou dentro do carro, carregou uma bandeira e, como se não bastante, ainda ouviu uma mensagem de carinho a agradecimento do filho Filipinho.  
Felipe Massa (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

"Foi emocionante, foi incrível. O carinho da torcida. Acho que no ano passado eu tive tudo isso, mas não tive o resultado", avaliou Massa em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO após a corrida.

O piloto já havia se emocionado ao ouvir o filho, Felipinho, via rádio dizendo que o amava. O pai soltou um 'vamo, porra' de alívio e extravasamento. "Valeu a pena fazer um ano só por causa disso", sentiu Felipe.

No fim, tudo acabou sendo perfeito. "Foi uma corrida perfeita em que tivemos um ritmo perfeito também. Acho que tudo que aconteceu hoje foi de uma forma perfeita. Foi como uma vitória. E uma grande emoção no final com todo o carinho da torcida. Falei com esse menino aqui, mas foi muito emocionante mesmo. Uma coisa que nunca vou esquecer na minha vida", concluiu Massa, que ainda tem uma última corrida pela frente no Mundial antes da aposentadoria.

GRANDE PRÊMIO e o MSN Esportes acompanham 'in loco' o GP do Brasil com Flavio Gomes, Victor Martins, Evelyn Guimarães, Fernando Silva, Gabriel Curty, Pedro Henrique Marum, Vitor Fazio, Américo Teixeira Jr. e Rodrigo Berton direto de Interlagos. Acompanhe a cobertura aqui e todos os detalhes AO VIVO e em TEMPO REAL aqui.
GERAÇÃO PRIVILEGIADA

F1 TEM ÓTIMA CLASSE EM 2017. E É BOM DEMAIS VÊ-LA EM AÇÃO