Empresa nega falência, mas não dá garantias de que ingressos para GP da Bélgica serão entregues

A empresa The Ticket Enterprise, que comercializa entradas para o GP da Bélgica, admitiu enfrentar dificuldades financeiras, mas negou que tenha declarado falência. Ainda negociando com a organização da 12ª etapa do Mundial de F1, contudo, não deu nenhuma garantia de que os clientes receberão suas entradas

Depois de os periódicos ‘De Telegraaf’, da Holanda, e ‘Het Belang Van Limburg’, da Bélgica, revelarem as dificuldades financeiras enfrentadas pela empresa The Ticket Enterprise, que comercializa ingressos para o GP da Bélgica, a companhia divulgou um comunicado admitindo dificuldades financeiras, mas negando que vá deixar seus clientes na mão. Apesar disso, nenhuma garantia foi dada de que as mais de seis mil entradas já adquiridas mas ainda não repassadas serão entregues aos compradores..

No comunicado, a The Ticket Enterprise desmentiu atuar de maneira irregular. A empresa revelou estar em negociações com o autódromo de Spa-Francorchamps para decidir qual será o desfecho desta história, contudo, um acordo ainda não foi atingido.

Mais de seis mil torcedores ainda não sabem se vão poder assistir ao GP da Bélgica nas arquibancadas (Foto: Red Bull/Getty Images)

Ainda de acordo com o release, a dificuldade em se atender à imprensa e aos compradores dos ingressos se dá porque, devido às dificuldades financeiras enfrentadas, parte do corpo de funcionários foi demitida. Com isso, a direção ficou sobrecarregada e não está conseguindo dar conta de mais esta tarefa.

A The Ticket Enterprise culpou a crise financeira que assola a Europa desde 2008 por sua complicada situação. A justificativa é que, com o estouro da bolha, as vendas caíram. O GP da Bélgica acontece daqui duas semanas, em 2 de setembro.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube