Empresário de Hülkenberg nega que Force India tenha deixado de pagar salários em 2012

Timo Gans, empresário de Nico Hülkenberg, desmentiu o “rumor” de que o alemão não recebera salários da Force India em 2012, dada a complicada situação que Vijay Mallya vive com sua companhia aérea, a Kingfisher

Depois de a publicação austríaca ‘Sportwoche’ afirmar que a dupla da Force India não recebeu salários em 2012, Timo Gans, empresário de Nico Hülkenberg, desmentiu a informação. Em entrevista ao ‘Sport1’, da Alemanha, o manager disse que se tratam apenas de “rumores”.

“Eu fico me perguntando de onde esta informação vem. Talvez as pessoas saibam mais do que nós sabemos”, ironizou Gans. Quando perguntado se seu piloto recebeu em 2012, ele disse que “sim”.

Nico Hülkenberg é titular da Force India desde o começo de 2012 (Foto: Force India)

De acordo com a publicação francesa ‘Business Book GP’, Hülkenberg e seu companheiro, Paul Di Resta recebem, respectivamente, € 500 mil e € 200 mil (R$ 1,2 mi e R$ 514 mil).

Dono da Force India, o multimilionário Vijay Mallya está enfrentando alguns problemas na Ásia, que envolvem sua companhia aérea, a Kingfisher. Com dificuldades financeiras, a empresa viu seus funcionários entrarem em greve neste ano.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube