Engenheiro-chefe de corrida da Lotus segue passos de Grosjean e é contratado pela Haas para 2016

Primeiro foi Romain Grosjean que, cansado da Lotus, anunciou um acordo com a Haas. Mas o francês não é o único a fazer tal caminho: Ayao Komatsu, engenheiro-chefe de corrida, está seguindo seu rumo para a escuderia americana

Sair da Lotus e ir para a Haas. Romain Grosjean fez este movimento para 2016, mas não é o único: Ayao Komatsu, engenheiro-chefe de corrida da equipe inglesa também vai migrar para a escudeira americana.
 
O novo cargo de Komatsu, todavia, ainda não está definido. Ayao pode assumir como engenheiro-chefe de corrida ou voltar à posição de engenheiro de corrida, que ocupava até 2014. A informação é do site ‘F1i’.
 
Komatsu trabalhava para a Lotus desde 2006 – quando a equipe ainda era Renault, portanto. Em 2012, o profissional passou a ser o engenheiro de corrida de Grosjean. O cargo de chefia veio no começo de 2015.
Romain Grosjean vai para a Haas e levará consigo o engenheiro nipônico Ayao Komatsu (Foto: Lotus F1 Team/LAT Photographic)
As incertezas da Lotus, todavia, parecem afastar qualquer atrativo inerente aos cargos de chefia. A Renault já acenou com a possibilidade de comprar a escuderia, mas a aquisição ainda não se confirmou.
 
Quem tira proveito disso é Gene Haas, que vai juntando as peças apropriadas para montar uma equipe promissora. O dirigente pensa que a relação com a Ferrari serve como atrativo para novas contratações.
 
“Eu acho que isso é um processo em desenvolvimento, conforme pessoas ficam disponíveis. Como resultado da nossa relação com a Ferrari e a contratação de Grosjean, percebemos que estamos atraindo profissionais melhores, mais experientes. Então acho que as relações ajudam”, comentou Gene.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube