Ericsson diz que “não é melhor amigo de Nasr”, mas reitera harmonia na Sauber: “Nós trabalhamos bem juntos”

Embora reconheça que não tenha amizade ou qualquer proximidade com o companheiro Felipe Nasr, Marcus Ericsson entende que a permanência do brasileiro na Sauber é fundamental para a evolução do time suíço em 2016

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Depois de ter vivido sua pior temporada na história, em 2014, a Sauber abriu 2015 com uma nova dupla, formada por Felipe Nasr e Marcus Ericsson. Logo de cara, na primeira prova do campeonato, o novato brasileiro surpreendeu o mundo da F1 ao cruzar a linha de chegada em quinto lugar, assombrando o próprio sueco, seu primeiro adversário. Ao longo da temporada, Ericsson conseguiu melhorar, sobretudo em ritmo de classificação, porém Nasr terminou o Mundial em 13º, com 27 pontos, contra apenas nove de Marcus.
 
Ao longo do ano, Felipe e Ericsson tiveram alguns entreveros, e o mais nítido ocorreu no começo do GP dos Estados Unidos, em Austin, quando ambos se tocaram e ficaram de fora do embate em Austin, levando uma bronca de Monisha Kaltenborn, chefe da equipe de Hinwil.
Felipe Nasr não está na lista dos melhores amigos de Ericsson, mas o sueco gosta de tê-lo ao seu lado na Sauber (Foto: Getty Images)
Ericsson deixou claro que o ocorrido no Texas já é passado. O sueco afirmou que não é propriamente amigo de Nasr e tampouco tem grande proximidade com o brasileiro, mas avisou que a permanência de Felipe na Sauber é fundamental para que o time possa evoluir em 2016, depois de um começo de parceria pra lá de incerto.
 
“Entrar nesta temporada foi como mergulhar no desconhecido porque eu e Felipe tivemos um pouco de história na GP2. Tivemos algumas duras batalhas e talvez não sejamos os melhores amigos, mas, para ser honesto, nós trabalhamos bem juntos”, ressaltou o nórdico em entrevista publicada pela revista britânica ‘Autosport’.
 
“Não somos os melhores parceiros, mas não acho que haja alguma razão para sermos, como companheiros de equipe”, afirmou Ericsson. 
 
“Mas o que nós fazemos bem é que podemos discutir as coisas e nós usualmente fazemos isso para cada temporada. Isso é importante, especialmente numa equipe pequena, onde nós não temos os recursos para implementar coisas no carro”, disse o piloto.
 
“Em Austin, nós tivemos um desentendimento, mas depois da corrida, nós tivemos de conversar sobre aquilo e desde então nós mudamos e estamos 100% bem”, garantiu.
 
Marcus comemorou a permanência de Nasr na Sauber ao seu lado. “Isso é uma força, também. Estou feliz que ele está a permanecer [na equipe] e nós podemos continuar trabalhando juntos neste ano que vem”, finalizou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

PADDOCK GP EDIÇÃO #11: ASSISTA JÁ

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube