Esperando por melhor atuação em Cingapura, Hülkenberg lembra problemas no “decepcionante” GP da Itália

Se para Nico Hülkenberg, GP da Itália foi frustrante pelo término fora da zona de pontuação, para Sergio Pérez o sétimo lugar e a vitória na disputa com Jenson Button se mostraram os pontos altos do fim de semana

Apesar de estar na frente do companheiro no campeonato, Nico Hülkenberg vem de duas provas onde não conseguiu render como Sergio Pérez. Após começar a temporada com pontos nas dez corridas iniciais, o alemão conquistou apenas um ponto nas últimas três provas. Na Itália, pela primeira vez, Hülkenberg não pontuou após chegar ao fim de um GP.
 
O #27 disse a prova de Monza foi frustrante, mas que o carro tinha problemas, dificultando sua tarefa de ser suficientemente veloz. 
 
"A última prova, na Itália, foi decepcionante para mim. Depois da prova, o time achou um defeito na parte debaixo do carro, que foram os motivos de nossos problemas de equilíbrio. Fez do carro difícial de guiar. Estou confiante que as coisas vão melhorar em Cingapura, e estarei brigando para conseguir um bom resultado.
Nico Hülkenberg (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Pérez, por sua vez, não tem motivo para reclamar do que conseguiu em Monza. O sétimo lugar, vencendo uma briga elétrica com Jenson Button, foi um dos pontos altos do final de semana.
 
"O resultado de Monza foi importante para todos do time. Mostra que iremos continuar lutando duro por cada ponto daqui até o fim da temporada. A batalha com Jenson foi limpa, nenhum de nós queria desistir, e estivemos bem próximos algumas vezes. Mas eu sabia que era crucial ficar à frente", contou.
 
O GP de Cingapura, 14ª etapa da temporada da F1, acontece no próximo dia 21.

#GALERIA(5058,80868)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube