Estreante na Malásia, Gasly reconhece incógnita sobre fim do ano: “Não sei de quais corridas vou participar”

Pierre Gasly vai disputar o GP da Malásia ainda sem saber o que vai acontecer até o fim do ano. O substituto de Daniil Kvyat admite que não sabe ao certo quais são os planos da Toro Rosso para as últimas provas de 2017: “Vou focar apenas neste fim de semana”

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Pierre Gasly foi confirmado como substituto de Daniil Kvyat no GP da Malásia, mas os planos para a sequência da temporada ainda não estão claros. O piloto francês, campeão da GP2 (atual F2) em 2016, admite que ainda não sabe ao certo em quantos dos últimos seis GPs do ano vai competir.
 
“Ainda não sei de quais corridas vou participar, a equipe só pediu para focar nesse fim de semana”, disse Gasly na coletiva de imprensa da F1 em Sepang nesta quinta-feira (28). “Fui competitivo em outras categorias e estou brigando por título no Japão [Super Formula]. Eu tenho o ritmo, mas não há um objetivo claro. Tenho que ir para cada sessão me virando e tentando aprender o que der com o [Carlos] Sainz”, seguiu.
 
A Toro Rosso ainda não confirmou os planos para a reta final da temporada. A expectativa é de que Gasly perca ao menos o GP dos Estados Unidos – a prova de Austin bate com a decisão da Super Formula, campeonato em que Pierre surge com chances de título. Com Pierre em Suzuka, a tendência é que Kvyat volte ao volante do STR12.
Pierre Gasly espera definição sobre o fim da temporada (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Não sei exatamente o que vai acontecer nas próximas semanas, então vou focar apenas neste fim de semana. Sabia que algumas coisas estavam acontecendo na Red Bull, tanto que estava viajando do Japão para a Malásia e chegou uma mensagem dizendo que talvez eu corresse nesse fim de semana. Tentar dormir na segunda-feira foi difícil por causa de toda a emoção”, recordou.
 
Mesmo feliz por alcançar a F1, Gasly lamenta pela situação ruim de Kvyat na F1.
 
“Não consegui falar com o Kvyat. Infelizmente é assim que o nosso esporte funciona. Sinto muito por ele, é um bom piloto, com muito talento. Tenho certeza de que vamos voltar a vê-lo na pista no futuro”, encerrou.
 

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades da F1 na Malásia AO VIVO e em TEMPO REAL, com livetiming e gráfico interativo.

#GALERIA(7197)

TORO ROSSO DEMOROU DEMAIS

REBAIXAMENTO SEGUIDO DE AFASTAMENTO DE KVYAT É TUDO, MENOS INJUSTO  

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube