Evento oficial confirma regresso do GP do México ao calendário da F1 em 2015 após ausência de 23 anos

A F1 garantiu que o México vai voltar para o calendário oficial da F1 após 23 anos de ausência. O país latino-americano recebe a corrida, pelo menos, até 2019. A expectativa de público é de cerca de 60.000 pessoas por dia

O que nesta terça-feira havia divulgado a revista ‘Forbes’, foi confirmado nesta quarta-feira (24): a F1 vai voltar a ter uma prova em seu calendário disputada no México. 
 
Vão ser disputadas corridas no México ao menos até 2019 e as datas serão divulgadas em breve no calendário oficial. A expectativa é de cerca de 60.000 pessoas por dia no final de semana da F1 em terras mexicanas. 
 
Bernie Ecclestone, chefão da categoria, soltou uma nota oficial, apresentada no evento de confirmação da nova prova.
 
“Depois de 23 anos de ausência, fico muito feliz em anunciar a volta do México ao calendário da F1. Penso que este é o momento correto para o retorno do México e o benefício será para ambos e por muitos anos. Estou ansioso para a corrida do ano que vem”, afirmou.
 
Por trás do grande projeto está Carlos Slim, dono da Telmex e patrocinador dos dois pilotos mexicanos na F1, Sergio Pérez e Estebán Gutiérrez. Além disso, o presidente do México, Felipe Calderón é fã de automobilismo e esteve no GP da Alemanha.
Sergio Pérez está muito feliz com a entrada do México no calendário de 2015 (Foto: Force India)
Pérez, de imediato, já mostrou toda a felicidade pela prova em sua terra natal e afirmou que sente a obrigação de ter um bom resultado, em um comunicado.
 
“Confesso que correr em casa me faz sentir um grande compromisso com meu país. Espero que todos os mexicanos aproveitem muito e que sejamos os melhores anfitriões”, escreveu.
 
O preço do GP do México é estimado em algo como US$ 30 milhões e levará o calendário da F1 ao número de 20 provas, algo feito apenas em 2012. 
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar