Ex-chefe da Renault critica pilotos em duelos com Verstappen: “Nem lutam por posição”

Cyril Abiteboul reconheceu as qualidades de Max Verstappen como piloto, mas criticou a forma pacífica como os rivais tentam se defender do titular da Red Bull

Cyril Abiteboul, ex-chefe da Renault na Fórmula 1, falou sobre o domínio de Max Verstappen e Red Bull na principal categoria do esporte a motor. O francês reconheceu a excelência na operação dos energéticos, mas criticou a falta de competitividade no esporte, principalmente no que diz respeito à facilidade que o tricampeão tem de ultrapassar os rivais, visto que eles nunca oferecem alguma resistência. Para Abiteboul, esse cenário pode impactar de forma negativa na popularidade do esporte.

Verstappen e Red Bull foram implacáveis ao longo da temporada e venceram 19 das 22 corridas do ano – os taurinos ainda viram Sergio Pérez triunfar em outras duas oportunidades. O RB19 foi notoriamente muito melhor que todos os outros carros do grid. Por isso, em inúmeras oportunidades, os pilotos sequer esboçaram alguma reação quando percebiam que seriam atacados pelo tricampeão. Abiteboul criticou a atitude.

Relacionadas


“Não há dúvida de que é o carro de Max Verstappen – projetado para ele. Ele é mimado nesta equipe. Pilotos muito bons como Pierre Gasly e Alexander Albon também foram seus companheiros e não tiveram sucesso em guiar aquele carro. Ele tem influência psicológica e um carro muito bom. Mas a facilidade com que ele ultrapassa é porque os outros pilotos sequer lutam. Eles sabem que não podem competir. Então, em vez de gastar os pneus para segurá-lo, apenas o deixam passar”, criticou o francês.

Verstappen não teve rivais na F1 2023 (Foto: Red Bull Content Pool)

Cyril ainda acredita que o domínio de Verstappen e Red Bull na Fórmula 1 está com os dias contados. Para o dirigente, a equipe austríaca não deve ter tantas facilidades em 2024 como foi em 2023, e a tendência é que a ordem de forças mude com a chegada do regulamento de 2026.

“É um campeonato que tem uma dinâmica comercial notável, porque traz novidades a cada ano como Las Vegas. Há muitos outros interesses além do primeiro lugar no Mundial de Pilotos. Se essa situação [domínio] se arrastar por muito tempo, isso vai trazer problemas, mas eu ficaria surpreso se o domínio que vimos em 2023 continuar. No momento da próxima mudança de regras, em 2026, a Red Bull enfrentará mais concorrência”, finalizou.

Com a temporada encerrada, a Fórmula 1 retorna apenas no ano que vem, no dia 2 de março, com a estreia do campeonato no GP do Bahrein.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.