Ex-companheiro na F1, Barrichello rasga elogios a “talentoso” Hülkenberg e aposta: “Uma hora ele vai emplacar”

Vencedor das 24 Horas de Le Mans, Nico Hülkenberg pode ser considerado muito talentoso, mas ainda não recebeu a oportunidade certa. Quem acredita nisso é Rubens Barrichello, ex-companheiro do alemão na F1, que afirma com todas as letras que o piloto é, sem dúvidas, merecedor de uma grande equipe na categoria

O talento de Nico Hülkenberg nunca foi dúvida, e a vitória nas 24 Horas de Le Mans só provou que o piloto ainda tem muito para conquistar. Porém, após bater na trave da Ferrari e ser dispensado por uma mensagem de texto, nenhuma nova grande oportunidade surgiu em sua porta.
 
Mas ainda são muitos os que apostam no potencial do titular da Force India, e um bom exemplo pode ser Rubens Barrichello. O brasileiro e o alemão dividiram a mesma equipe em 2010, e segundo o ex-F1, ele foi um companheiro muito forte dentro da categoria.
 
Ao falar com o GRANDE PRÊMIO sobre Hülkenberg, o piloto da Stock Car não poupou elogios ao antigo parceiro de Williams, e afirmou acreditar que tamanho talento ainda será reconhecido no automobilismo. “Eu gosto do estilo dele, muito, e acredito que é merecedor de uma equipe melhor, sem dúvidas”, disse.
O pódio em Le Mans (Foto: AP)
“Ele correu comigo no primeiro ano [dele na F1]. Acho que consegui passar algumas coisas para ele, mas ele é um cara de um talento enorme. Então tem que manter a calma, pois não está conseguindo uma equipe boa, mas uma hora vai emplacar, tem que emplacar, pois ele tem talento”, continuou.
 
Em seus 19 anos de F1, Barrichello já correu ao lado de grandes nomes da categoria, como Michael Schumacher e Jenson Button. Porém, para o atual campeão da Stock Car, o jovem alemão foi um bom adversário, e com um carro melhor seria ainda mais competitivo. “Acho que ele foi um companheiro muito forte”, revelou.
 
“Ele tem um talento muito grande. Ali a gente fala dos talentos, de Lewis Hamilton, de companhia, mas acredito que o Hülk, em um carro competitivo, faria muito bem”, emendou.

Em 2010, inclusive, Hülkenberg chegou a conquistar a pole-position para o GP do Brasil, debaixo de chuva em Interlagos.

Rubens Barrichello diz que Hülkenberg tem que ter calma (Foto: Getty Images)
Por fim, o ex-Indy disse que o momento é para Hülkenberg analisar o que espera para sua carreira, e se deseja toda a pressão que a principal categoria do automobilismo mundial traz. “Eu acho que as pessoas que correm de F1, isso acaba mexendo muito com o mental”, admitiu.
 
“A pressão, todo o trabalho que tem para fazer, então precisa ver qual é a vontade do Hülk. Eu gostei demais dos meus 19 anos, mas hoje também não ter que viajar uma hora para China, outra hora para um lugar completamente diferente, é uma coisa muito legal. É precisa ver até qual é o nível dele, qual sua vontade. O Mark Webber, por exemplo, é um que parou antes do que podia, pois não aguentava mais esse tipo de pressão. Então é preciso ver isso”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube