Ex-Ferrari, Irvine diz que vida de Hamilton é facilitada por competir com “muito superestimado” Vettel

Eddie Irvine diz que não assiste F1, mas se sentiu à vontade para afirmar que Sebastian Vettel, que hoje ocupa um carro da Ferrari - como o britânico no passado - é superestimado. E que Lewis Hamilton é superior, mas tira vantagem dessa situação

Eddie Irvine foi piloto da Ferrari entre 1996 e 1999, sendo o vice-campeão (atrás de Mika Häkkinen, após lesão de Michael Schumacher) nesta última temporada. Mesmo assim, se sente à vontade para criticar Sebastian Vettel – dono de quatro títulos mundiais.

Segundo o britânico, Vettel é "muito superestimado" e facilita o brilho de Lewis Hamilton, já pentacampeão após o título de 2018.

"Não assisto F1 porque me deixa entediado. Mas acho que Vettel é bom se ele estiver na frente e não tiver mais ninguém para disputar a vitória. Quando você vê Leiws pilotando, está focado na corrida e em chegar na frente. Já Vettel, quando ele está disputando com alguém, ele foca muito no outro cara e acaba batendo neste outro", disse Irvine.

Eddie Irvine (Foto: Ron McQueeney)

"Isso acontece toda hora. Acho que Vettel é um bom piloto, mas quatro vezes campeão… Não vejo isso. Acho que ele é muito superestimado. Ele tem só uma tática. Lewis é muito mais talentoso", seguiu.

Irvine ainda afirmou que Hamilton é "melhor em ultrapassagens que Schumacher", mas que tem a vida facilitada na F1 pela falta de adversários à altura.

"Quando Lewis chegou à F1 ele era fantástico de se assistir, suas ultrapassagens eram melhores que as de Schumahcer, provavelmente. Mas, em termos de ritmo e consistência durante um final de semana, durante um ano, não acho que ninguém chegue perto de Michael. Nem Senna", finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube