Executivo da F1 afirma que crise no Mundial pode aguçar interesse do público: “Funciona como psicologia reversa”

Martin Sorrell, membro não-executivo do Conselho da F1, exibiu uma visão curiosa sobre o atual momento do Mundial. Para ele, a crise do Mundial é um fator que atrai público, ainda que seja ruim para os negócios

Membro não-executivo do Conselho da F1, Martin Sorrell falou sobre o atual cenário da categoria e surpreendeu ao dizer que o interesse pelo Mundial pode ter sido ampliado nos últimos anos justamente por conta da ideia de que o esporte atravessa um período de crise. O executivo entende que as críticas às corridas atraem o público, que passa a prestar mais atenção no campeonato.

"O que é interessante em um esporte sob pressão é que isso funciona como uma psicologia reversa, as pessoas começam a se interessar. Quanto mais problemas existem, mais a situação fica interessante, ainda que seja uma visão perversa", explicou Sorrell em entrevista à agência 'AP' durante o GP da Inglaterra.

Martin Sorrell é membro não-executivo do Conselho da F1 (Foto: AP)

Só que nem tudo são flores. O executivo admitiu, entretanto, que os comentários negativos sobre a F1 não são tão bons para negociar patrocinadores ou novos investidores, ainda que a categoria esteja trabalhando em grandes mudanças para 2017, com o objetivo de melhorar o espetáculo.

"Obviamente, teremos mudanças que vão ajudar o esporte", disse Martin. "Mas eu sempre olho do ponto de vista do marketing. Eu estive conversando em Silverstone com um ou dois de nossos clientes, e eles estão interessados no esporte, mas certamente preocupados com algumas coisas que leem e ouvem por aí", reconheceu.

"Isso cria uma sensação de instabilidade ou insegurança, o que nunca é bom, mas eu creio que teremos grandes oportunidades nos próximos anos", acrescentou.

"A F1 oferece um enorme potencial. O esporte tem se tornado algo cada vez mais importante e, com eventos ao vivo, o valor sobre os direitos comerciais só aumentam. Então, se você colocar a F1 neste contexto vai ver que existe mais oportunidade de crescimento do que menos", finalizou Sorrell.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube