Fórmula 1 anuncia esforço para zerar uso de plástico descartável até 2025

Anúncio veio nesta sexta-feira (21). F1 diz que trabalho está em curso desde a pré-temporada e pretende atingir objetivo final em 2025

Santino Ferrucci perde controle na curva 2 e bate forte em Indianápolis (Vídeo: IndyCar)

Os esforços da Fórmula 1 para ganhar aumentar a preocupação com questões ambientais terá um capítulo importante neste fim de semana, durante o GP de Mônaco: é o começo oficial de uma iniciativa que em prol de acabar com o uso de plástico descartável de qualquer natureza envolvido com as atividades dentro dos limites do circuito no que estiver envolvido com a F1 e seus parceiros. Segundo a categoria, o esforço foi aderido por equipes e patrocinadores.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Chefe da Mercedes vê “sensível e vulnerável” Hamilton em “evolução que nunca termina”

O anúncio veio nesta sexta-feira (21) junto com declarações de intenção do Mundial de F1: o desejo é impulsionar uma diminuição de uso de garrafas plásticas descartáveis para não mais que 1 milhão em 2021 num esforço progressivo para erradicar a presença de plástico descartável de maneira total até 2025.

O próprio trabalho para encerrar o uso de plástico é parte de outro esforço maior: o de se tornar carbono-zero até 2030. De acordo com a F1, o objetivo é fazer com que 100% do lixo plástico gerado pelo Mundial senha reutilizado, reciclado ou compostado – tipo específico de decomposição.

A decisão é tomada como parceira do programa We Race as One, da F1, com a ONG Global Citizen, uma das maiores do cenário internacional na luta contra a pobreza.

Pit-Lane do GP de Mônaco terá menos plástico (Foto: Aston Martin)

“Apesar de ter se tornado um material essencial no mundo, o plástico descartável é uma das maiores ameaças ao meio ambiente. O mundo produz mais de 300 milhões de toneladas de plástico anualmente, e a maior parte é usada somente uma vez. Pior que isso: 1/3 dos 78 milhões de toneladas das embalagens de plástico utilizadas anualmente acaba indo para os nossos oceanos”, disse a categoria em comunicado.

“Os efeitos dessa prática não-sustentáveis aparecem em todos os lugares: sujeira em nossas estradas, jogadas em lixões e despejada nos oceanos. A poluição do plástico ameaça a vida selvagem e a saúde humana ao entupir reservas de esgoto e contaminar depósitos de água potável. Um estudo de mostrar de água feito em 2017 mostra que alta proporção de água potável contém fragmentos microscópicos de plástico, incluindo 94% das mostrar coletadas nos Estados Unidos”, seguiu.

“Os fãs de corridas por todo o mundo podem se juntar aos esforços e comprometimento na diminuição do uso de plásticos descartáveis. Fãs podem considerar o uso de garrafas que podem ser enchidas novamente, comprar bolsas reutilizáveis e pressionar líderes políticos para que reforcem as regulações ambientais que reduzem e uso e poluição de plástico”, declarou.

De acordo com a F1, as práticas de diminuição do uso de plástico começaram durante os testes de pré-temporada do Bahrein, em março, e tem sido implementada desde então de maneira progressiva: com locais para encher garrafas espalhadas pelas pistas e entregando bolsas d’água cheias o bastante para durarem um dia inteiro para operadores de câmera e fiscais de pista, que tendem a ficar dias completos longe do paddock. Além disso, mudou os crachás de imprensa, estafe e fãs com acesso ao paddock para um material de plástico reciclável. Com isso, a estimativa é reaproveitar um total de 143.275 garrafas de plástico até o fim do ano.

O GP de Mônaco está marcado para este fim de semana, e o GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar