F1 corta teste em Jerez e começa pré-temporada só em março em 2016, revela revista alemã

A pré-temporada ficará ainda mais curta em 2016, com apenas oito dias de testes no mês de março, de acordo com a revista alemã ‘Auto Motor und Sport’. A Pirelli, enquanto isso, quer mais testes

A F1 terá ainda menos testes de pré-temporada no próximo ano, de acordo com a revista alemã ‘Auto Motor und Sport’. A publicação revelou nesta segunda (29) que o tradicional primeiro teste em Jerez deve ser cortado em 2016.
 
Com o início do campeonato previsto para o mês de abril, na Austrália, a pré-temporada vai contar com dois testes de quatro dias em Barcelona, começando já no mês de março.
 
A publicação disse que a proposta foi aceita por todas as equipes, incluindo a Haas, que estreia no ano que vem.
LEIA TAMBÉM: PIQUET CONQUISTA TÍTULO DA F-E

Opinião GP: título fecha de vez capítulo do GP de Cingapura de 2008Senna ajuda Piquet a ser campeão em LondresA cobertura completa da F-E

Jerez tradicionalmente recebe o primeiro teste da pré-temporada da F1 (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)
Enquanto isso, a Pirelli deseja ter mais dias para trabalhar os pneus, de preferência em locais mais quentes, como o Bahrein, além de um teste com a pista molhada em Paul Ricard, na França.
 
Paul Hembery, diretor-esportivo da fabricante italiana, disse que já lhe foi pedido que pneus mais agressivos sejam preparados para 2016. As últimas três corridas, apesar da opção pelos compostos macios e supermacios, tiveram apenas um pit-stop.
 
“Estamos recebendo solicitações o tempo todo, agora, para talvez sermos mais agressivos no ano que vem. Os times estão dizendo que querem pneus mais agressivos, com mais aderência, e é um pouco tarde até para isso. Significa que vamos precisar pedir por mais testes em algum estágio, pois trata-se de acerto fino”, falou à Sky Sports.
 
VIU ESSA? OS MOMENTOS QUE DERAM O TÍTULO A PIQUET NA F-E

determinarTipoPlayer(“15520559”, “2”, “0”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube