F1 negocia com Hockenheim para substituir Nürburgring em 2013, diz imprensa alemã

O revezamento entre Nürburgring e Hockenheim como sedes do GP da Alemanha deve chegar ao fim já no próximo ano. Isso porque as negociações entre o mais tradicional circuito alemão, que enfrenta sérios problemas financeiros, e Bernie Ecclestone, chegaram ao fim

Os problemas financeiros enfrentados pelo circuito de Nürburgring colocam em risco a realização do GP da Alemanha de 2013. Sem condições de pagar a mesma taxa cobrada pela FOM (Formula One Management) nos últimos anos, os dirigentes da pista se reuniram com Bernie Ecclestone para buscar um novo acordo, mas, de acordo com a imprensa alemã, estas negociações chegaram ao fim com um desfecho negativo. Agora, o dirigente máximo da F1 busca se acertar com Hockenheim para manter a categoria em terras germânicas no ano que vem.

Os diários ‘Rhein’ e ‘Allgemeine’ revelaram que as conversas entre o palco do GP da Alemanha de 2011 e Ecclestone não deram certo, e um diretor do circuito afirmou à agência de notícias ‘DPA’ que “não haverá mais F1 em Nürburgring”. Por outro lado, Pietro Nuvolini, representante da empresa que trabalha na recuperação econômica da pista, insistiu que caso a F1 queira retomar as negociações, “a porta não está fechada”.

GP da Alemanha de 2012 aconteceu em Hockenheim e foi vencido por Fernando Alonso (Foto: Ferrari)

No fim do mês de outubro, a publicação alemã ‘Wirtschaftswoch’ informou que Ecclestone já estava negociando com Hockenheim para que a pista, que recebeu a F1 em 2012, continue abrigando a categoria no próximo ano.

Desde 2009, Nürburgring e Hockenheim se revezam como palco do GP da Alemanha. O primeiro recebeu pilotos e equipes nos anos ímpares; o segundo, obviamente, nos anos pares. Nürburgring é a pista alemã que mais recebeu a F1, num total de 39 vezes, mas edições do GP da Europa e de Luxemburgo também passaram pelo circuito. Em Hockenheim aconteceram 33 edições do GP da Alemanha.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube