F1

Família diz que “faz o que é humanamente possível para ajudar” Schumacher: “Está nas melhores mãos”

Na véspera do aniversário de 50 anos, a família de Michael Schumacher apresentou um aplicativo para os fãs e assegurou que o heptacampeão está sendo muito bem cuidado, cinco anos após o acidente de esqui. “Estamos fazendo tudo o que é humanamente possível para ajudá-lo”

Warm Up / Redação GP, de Curitiba
Perto de completar 50 anos de idade, em 3 de janeiro, Michael Schumacher segue se recuperando, em sua casa, na Suíça, do grave acidente de esqui que sofreu há cinco anos. E em um raro comunicado sobre seu estado de saúde, a família garantiu que o heptacampeão está recebendo toda a assistência "que é humanamente possível". 
 
O maior vencedor da história da F1 deixou o esporte em 2012, depois de uma segunda passagem defendendo a Mercedes. Antes disso, Michael havia guiado pela Jordan, apenas na corrida de estreia em 1991, Benetton, time com o qual venceu seus dois primeiros títulos mundiais, e a Ferrari, escuderia em que viveu sua fase mais vitoriosa, conquistando cinco campeonatos em sequência, entre 2000 e 2004. 


Schumacher e Corinna estão juntos há 20 anos. É ela hoje quem cuida da recuperação do ex-piloto (Foto: Getty Images)
Depois da aposentadoria definitiva, Schumacher se aventurou em testes de moto. Mas foi a queda enquanto esquiava que mudou sua vida. O alemão sofreu sérias lesões cerebrais e ainda segue na reabilitação. A família optou pelo sigilo total com relação ao tratamento. Em cinco anos, nenhuma foto ou grande atualização sobre sua condição foi publicada.
 
"Vocês podem ter certeza de que ele está nas melhores mãos e que estamos fazendo tudo o que é humanamente possível para ajudá-lo", afirmou a família em nota, nesta quarta-feira (2), véspera do aniversário de Schumacher.
 
"Por favor, entendam que estamos seguindo os desejos de Michael e mantendo esse sensível assunto da saúde dele, como sempre foi, em privacidade", acrescentou.
 
A família também aproveitou o momento para adiantar o lançamento de um aplicativo, com o qual o fã vai ter acesso ao museu virtual dedicado às conquistas de Schumacher. A iniciativa é da Fundação 'Keep Fighting'.
 
"O aplicativo é outro marco em nossos esforços para fazer justiça a ele e aos fãs, celebrando suas vitórias. Michael pode se orgulhar do que conseguiu e nós também, então vamos festejar seus triunfos, seus recordes e sua alegria", concluiu.