carregando
F1

Fanfarrão, arrogante e ineficiente: Abiteboul é entrave para Renault deslanchar na F1

A decisão de Daniel Ricciardo, que anunciou a saída da Renault ao fim do ano para assinar com a McLaren, refletiu a falta de confiança no projeto da equipe anglo-francesa. E esse descrédito tem toda relação com Cyril Abiteboul, opinaram os jornalistas do GRANDE PRÊMIO no Paddock GP #197

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
Entra ano, sai ano e a Renault não consegue emplacar. E mesmo sem nenhuma corrida ainda em 2020, a equipe de Enstone já amargou um duro revés ao ver seu principal piloto, Daniel Ricciardo, anunciar a saída ao fim do ano para se transferir para a McLaren. Na análise de Gabriel Curty, Fernando Silva e Guilherme Bloisi, jornalistas do GRANDE PRÊMIO presentes ao Paddock GP #197 da última segunda-feira (18), a decisão do australiano reflete a falta de crédito no chefe da Renault, Cyril Abiteboul, que jamais conseguiu entregar um time verdadeiramente vencedor.

Assista ao trecho completo abaixo:
 
Paddockast #61
VETTEL: ACERTOS, ERROS E... AZAR NA FERRARI


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.