Massa vê desfecho da F1 em Abu Dhabi “bem parecido” com 2008: “Só acaba na bandeirada”

Piloto brasileiro relembrou o desfecho do campeonato de 2008 e considerou que, embora não seja possível comparar as duas situações, a experiência de Hamilton neste fim de semana guarda semelhanças com o que ele próprio viveu há 13 anos

F1 EM ABU DHABI: VERSTAPPEN PASSA HAMILTON NO FIM E É CAMPEÃO! | Briefing

Se alguém pode entender o sentimento de Lewis Hamilton neste domingo (12), este alguém é Felipe Massa. Afinal, há 13 anos, o brasileiro viveu a experiência de ter um título da Fórmula 1 nas mãos e perder no espaço de pouquíssimo tempo.

Na última etapa da temporada 2021, Hamilton chegou a ter o octacampeonato ao alcance das mãos, mas viu a sorte virar com cinco voltas para o fim, quando Nicholas Latifi bateu e provocou a entrada de um safety-car. Depois de dominar a corrida quase que de ponta a ponta, o britânico se viu com pneus desgastados e não teve como se defender de Max Verstappen, que tinha acabado de trocar para calçados macios e venceu para ficar com o título da F1.

Felipe Massa venceu em Interlagos em 2008, mas perdeu o título por um ponto (Foto: Divulgação)

LEIA TAMBÉM
Campeão, Verstappen consolida troca de guarda e fim da dinastia Hamilton na F1
Verstappen triunfa em rivalidade contra nêmesis de uma vida apenas aos 24 anos
Verstappen vence batalha árdua em primeiro título e sinaliza nova era na Fórmula 1
Red Bull enfim entrega carro vencedor e dá condição de título a Verstappen na F1

Em 2008, Massa viveu algo parecido. Na final em Interlagos, o então piloto da Ferrari chegou a receber a bandeirada como campeão do mundo, mas a comemoração durou poucos segundos, já que o próprio Hamilton conseguiu passar Timo Glock ― que também enfrentava dificuldades com os pneus ― e acabou campeão por apenas um ponto de margem.

Antes de largar para a corrida 1 da Stock Car em Interlagos, Massa falou à Band sobre as semelhanças da situação e elogiou o campeonato de Hamilton, mas considerou Verstappen merecedor do título.

“Foi bem parecido”, começou Felipe. “É lógico que a gente não pode comparar uma coisa com a outra. Nada contra o Hamilton, acho que o campeonato que ele fez foi espetacular, mas é isso aí, às vezes as coisas acontecem porque tem de acontecer”, seguiu.

“O Verstappen mereceu o título, foi o piloto que mais venceu este ano”, opinou. “Quando começou a corrida, muita gente falou: ‘Acho que a corrida agora já era’. E eu falei: ‘Só acaba na bandeirada. Eu conheço bem’. E foi na bandeirada. Mas parabéns aos Verstappen, parabéns aos Hamilton, parabéns à Fórmula 1, que fez um campeonato excepcional”, encerrou.

A última volta do GP de Abu Dhabi (Vídeo: TSN)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar