Feliz com novos carros da F1, Massa fala em renovar contrato com Williams: “Não vejo motivos para não continuar”

Felipe Massa nem planejava seguir competindo na F1, mas os novos carros da categoria bastaram para mudar os planos por completo. Passada quase metade da temporada 2017, Massa “não vê motivos” para não seguir no campeonato em 2018

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Quando Felipe Massa abandonou a aposentadoria para substituir Valtteri Bottas na Williams, a impressão inicial era de que 2017 seria a última temporada do brasileiro na F1. Mas, depois de quase metade da temporada, a postura de Massa mudou bastante: o piloto, motivado pelos novos carros da categoria, não esconde o desejo de seguir na ativa em 2018.
 
“As coisas estão indo bem. Eu me sinto muito competitivo e gosto do carro que estou pilotando”, disse Massa, entrevistado pelo site oficial da F1. “Amei as novas regras, funciona muito bem para meu estilo de pilotagem. Só preciso resolver o problema da falta de sorte. Não vejo motivos para não continuar [na F1], eu só preciso de uma equipe que acredito ser certa para mim. Uma equipe que me dê um carro competitivo e que faça eu me sentir bem. Aí eu fico. Não quero ficar para não ser competitivo ou feliz”, ponderou.
 
O piloto ainda não conversou com a Williams – ou com qualquer outra equipe – sobre um novo contrato para 2018, mas isso parece ser questão de tempo.
 
“Ainda não [conversamos], mas não tenho pressa. Eu penso de corrida em corrida, e alguma hora vamos começar a conversar. Tenho certeza de que não vai demorar muito”, apontou.
Felipe Massa está feliz com a Williams e com os novos carros da F1 (Foto: Beto Issa)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Na Williams desde 2014, Massa encontrou um ambiente agradável. O piloto usou a experiência para reconstruir a escuderia, que voltou a brigar por pódios com certa frequência. O relacionamento com a equipe, que já era bom, segue melhorando.
 
“Estou curtindo mais. Foi uma grande decisão que eu tomei, mas, assim que você aceita um novo desafio, você fica mais feliz. Estou com uma equipe que gosta de mim e me respeita muito. Eles me escutam. Isso tudo te deixa feliz”, falou.
 
No Mundial de Pilotos, Massa surge em décimo, com 20 pontos. O brasileiro sofre com abandonos, como o que impediu a briga pela vitória no GP do Azerbaijão. No Mundial de Construtores, a Williams é a quinta colocada.
 
POLÊMICA MOSTRA QUE VETTEL PISOU NA BOLA E HAMILTON FOI MALANDRO EM BAKU

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube