Feliz por terceiro no grid do Texas, Webber se une a Vettel e mira tri da Red Bull no Mundial de Construtores

Apesar do sentimento positivo pela boa colocação no grid do GP dos Estados Unidos, Mark Webber pode ser punido por ter supostamente faltado a uma verificação no peso do seu carro

Apesar de ter ficado 0s519 atrás de Sebastian Vettel na sessão classificatória do GP dos Estados Unidos, neste sábado (17), Mark Webber ficou satisfeito com o que alcançou nesta tarde. O segundo piloto da Red Bull garantiu o terceiro lugar no grid de largada, ficando atrás apenas do companheiro de equipe e também do surpreendente Lewis Hamilton, apenas 0s109 atrás do alemão, que está a um passo do tricampeonato mundial.

Mark Webber pode perder a boa terceira posição no grid de Austin (Foto: Red Bull/Getty Images)

Webber, contudo, pode perder sua boa posição de largada. O veterano está sob investigação dos comissários do GP dos Estados Unidos por ter, supostamente, faltado a uma verificação no peso do seu carro durante o Q1 no Circuito das Américas.

Alheio ao assunto, Mark preferiu destacar seu desempenho na definição do grid de largada e deixou claro que vai trabalhar em conjunto com Vettel para garantir à Red Bull um incrível tricampeonato do Mundial de Construtores. “Estou feliz com a última parte do Q3. Tive de administrar um pequeno problema no Q3 e fiz um tempo muito forte”, destacou o oceânico que, no entanto, jamais sequer andou próximo do tempo de Vettel, imbatível no Texas.

“Gostaria de ter mais ritmo, mas estou feliz com o terceiro no grid. Podemos ter um GP muito forte largando de lá”, disse o australiano, de olho em um resultado histórico no domingo. “Temos de focar na conquista dos Construtores. Isso seria um grande resultado para todos nós da Red Bull e da Renault”, finalizou Webber.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube