Alonso diz que “era mais heroico” guiar na F1 20 anos atrás: “Hoje é mais fácil”

Fernando Alonso estreou na Fórmula 1 em 2001 e afirmou que notou uma perda de aura dos pilotos pelo aumento na sofisticação no esporte desde então

A estrada de Fernando Alonso na Fórmula 1 é bastante longa. Piloto que mais disputou GPs em todos os tempos, o bicampeão mundial começou na categoria justamente no primeiro ano do século, 2001. De acordo com o Alonso, a trajetória da categoria neste período tornou as coisas muito mais fáceis. Assim, os pilotos são muito menos heróis.

Os motivos listados pelo piloto da Aston Martin para justificar a opinião estão, sobretudo, no aumento exponencial de sofisticação no esporte, especialmente por parte das equipes e tecnologias de avaliação e preparação. Mas há outros elementos.

“É, de certa maneira, mais fácil para os pilotos desta geração guiar carros da F1. Antes era mais heroico”, afirmou em entrevista ao jornal inglês Times.

“É uma sensação estranha, mas não triste. Lembro quando estreei e vim a um fim de semana de corrida. Notei um respeito a mim por ser um daqueles heróis guiando carros extremamente rápidos. Hoje em dia um piloto jovem pode estrear aos 16 ou 17 anos, parece mais fácil para todos. Perdemos um pouco do heroísmo de antes”, continuou.

Fernando Alonso está na F1 desde 2001 (Foto: Aston Martin)

“Quando cheguei à F1, 20 anos atrás, o engenheiro não podia explicar nada sobre o carro. Os pilotos deviam ser capazes de guiar”, continuou.

Algo destacado por Alonso foi da perda de importância do track walk, a famosa caminhada dos pilotos pela pista na quinta-feira para avaliar as condições. Se um dia foi considerado imprescindível, hoje é cada vez menos comum e vários pilotos admitem não fazer sempre ou jamais.

“Não tínhamos simuladores, então em todas as pistas era preciso aprender o traçado um dia antes andando. Hoje em dia os pilotos chegam bem preparados, já deram de 200 a 300 voltas no circuito em que vão correr, então conhecem cada ondulação, curva e zebra. As equipe também estão mais sofisticadas, então pode dizer ao piloto como frear em determinada curva, como aquecer os pneus, preparar para a classificação ou guiar na corrida”, finalizou.

Fórmula 1 volta entre os dias 21 e 23 de junho, em Barcelona, com o GP da Espanha, décima etapa da temporada 2024. O GRANDE PRÊMIO faz a cobertura completa do evento, assim como de todas as provas do ano.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

FERRARI brilha nas 24 HORAS DE LE MANS. E na F1? | Paddock GP #376
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.