Alonso mantém foco na F1, mas sonha com Tríplice Coroa e “Indy 500 em lista de desejos”

Faltando apenas a Indy 500 para ser o segundo piloto na história a conquistar a Tríplice Coroa, Fernando Alonso afirma: um retorno a Indianápolis não está descartado, mesmo com foco na F1

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Depois de suspense nas redes sociais, Fernando Alonso anunciou nessa quinta-feira (26) sua renovação com a Alpine para 2022. Assim, o asturiano reitera seu compromisso com a Fórmula 1, depois de seu retorno nessa temporada de 2021 — o que, no entanto, não significa que os olhos ficam só na maior categoria do automobilismo. O #14 deixou bem claro que ainda sonha com a Tríplice Coroa. Ou seja: depois de vencer o GP de Mônaco e as 24 Horas de Le Mans, ainda há chances de tentar as 500 Milhas de Indianápolis.

A Tríplice Coroa é formada pelo GP de Mônaco, as 24 Horas de Le Mans e as 500 Milhas de Indianápolis. Alonso venceu em Mônaco em 2006 e 2007, e em Le Mans em 2018 e 2019, faltando só o anel das 500 Milhas de Indianápolis — que, inclusive, passou longe de ser conquistado na tentativa mais recente, em 2019. Somente Graham Hill alcançou o feito até aqui.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Não [desisti]”, disse Alonso, entrevistado pelo site RacingNews365.com. “Acho que agora meu foco principal é o projeto na F1, principalmente com as novas regras e todo o trabalho que teremos que fazer no ano que vem. No futuro, verei as possibilidades”, disse Alonso.

“No momento, estou me divertindo nesse retorno. Acho que estou tendo um desempenho favorável. Baku, Silverstone e Hungria foram bons. Espero mostrar um pouco mais agora na segunda parte da temporada e no próximo ano. Mas, com certeza, de todos os desafios que tenho fora da Fórmula 1, ainda não completei a Indy 500. Está na minha lista de desejos”, acrescentou.

LAURENT ROSSI; FERNANDO ALONSO; ALPINE; RENOVAÇÃO;
Laurent Rossi e Fernando Alonso selam a renovação com a Alpine até 2022 (Foto: Alpine F1 Team)

Segundo Alonso, sua permanência na Fórmula 1 acontece pelas novidades de 2022. Por conta da nova geração de carros e um diferente regulamento técnico, o piloto de 40 anos quer ajudar a Alpine a subir alguns degraus, sobretudo com a ajuda de Esteban Ocon, que terminou o GP da Hungria no melhor dos cenários e já tem estadia no time francês até, pelo menos, 2024.

“Não [tinha dúvidas sobre a renovação]. Na minha cabeça, estava tudo planejado para correr em 2022 com o novo regulamento. É a razão pela qual voltei à F1 também”, declarou Alonso. “Por isso, é preciso ter também confiança na equipe e fazer boas corridas nessa primeira parte da temporada”.

“Meu contrato era 1+1 [com cláusula de renovação para mais um ano], então a certa altura tivemos que concordar para 2022. Estou muito feliz com a equipe, muito feliz com essa volta. E a Alpine, aparentemente, está feliz com meu trabalho até agora”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar