Alonso descarta possibilidade de ‘implosão’ na Red Bull: “Geram notícias porque vencem”

Fernando Alonso disse que, mesmo com um ano movimentado internamente na Red Bull, não vê possibilidades de que a equipe 'imploda' na batalha pelo título da Fórmula 1. O espanhol ainda admitiu que esteve em conversas com os taurinos e expressou admiração por Adrian Newey

Enquanto a Red Bull vive um 2024 atribulado, com confusões internas, investigação sobre o chefe da equipe e a partida do projetista Adrian Newey depois de 20 anos de colaboração, Fernando Alonso analisou o momento dos taurinos e disse que não espera uma ‘implosão’ por parte da equipe austríaca — que, desde 2022, é a grande força da Fórmula 1. Segundo o bicampeão mundial, as notícias sobre os energéticos costumam vender mais justamente porque a escuderia ocupa uma posição de protagonismo no campeonato.

“Acho que não [estão implodindo]”, disse Alonso. “Obviamente, eles estão dominando o esporte desde 2021. Então, quando acontece algo fora do fim de semana de corrida, essa equipe gera muitas notícias. São eles que todos querem vencer. Todos querem desestabilizá-los para garantir que possam vencer na pista”, analisou.

“Se você perder seu diretor-técnico ou seu projetista para outra equipe, será uma notícia menor do que se acontecer na equipe que está vencendo. Mas vamos ver o que vai acontecer no futuro”, opinou.

Na opinião de Alonso, as equipes já estão com os pensamentos virados para a temporada de 2026, que terá a introdução de um novo regulamento de motores e chassis remodelados. O espanhol usou como exemplo a Red Bull, que passou a dominar a categoria na última grande mudança, em 2022, e a Mercedes, que reinou soberana entre 2014 e 2021, e argumentou que a Aston Martin — e os outros times — esperam repetir esses feitos.

Adrian Newey estará livre no mercado a partir de 2025 (Foto: Red Bull Content Pool)

“Acho que o mais importante para todos é o conjunto de regras de 2026. Adrian [Newey] tirou o máximo das regras atuais, que começaram em 2022. Em 2014, foi a Mercedes que conseguiu isso. Você nunca sabe o que vai acontecer em 2026. Queremos ser a Mercedes de 2014 ou a Red Bull de 2022. Muitas equipes estão torcendo por isso”, comentou.

Por fim, Alonso expressou sua admiração pelo trabalho de Newey, que viu seus carros vencerem 13 Mundiais de Pilotos e 12 de Construtores por Williams, McLaren e Red Bull. O asturiano até revelou que chegou a ter reuniões com a equipe austríaca na presença do projetista, que sempre foi uma peça importante nas conversas entre o bicampeão e os taurinos.

“Sempre quis trabalhar com ele”, admitiu. “Eu o respeito muito e o considero, talvez, o melhor que a Fórmula 1 já teve. É uma lenda do esporte, e me sinto privilegiado de certa forma por compartilhar o paddock com ele e, obviamente, ser um competidor”, elogiou.

Alonso expressou admiração pela trajetória de Newey na F1 (Foto: Aston Martin)

“Estive perto algumas vezes, conversei com eles [Red Bull] em alguns momentos. Algumas das reuniões no passado não aconteceram apenas com Christian [Horner] e Helmut [Marko], mas com Adrian. Sempre expressei minha admiração por ele, e ele sempre compartilhou seu respeito por mim. Vamos ver o que ele vai fazer no futuro”, finalizou.

Fórmula 1 retorna neste fim de semana, de 17 a 19 de maio, em Ímola, para o GP da Emília-Romanha. E o GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO EM TEMPO REAL.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.