carregando
F1

Ferrari admite que “já não vivia bem” com Vettel e quer jovem com experiência

Vice-presidente da Ferrari, Piero Ferrari afirmou que a história com Sebastian Vettel poderia ter sido muito mais bem sucedida. O dirigente falou sobre a sucessão do alemão e considerou que a escuderia italiana não é lugar para jovem vindo da F2

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo

Vice-presidente da Ferrari, Piero Ferrari comentou a saída de Sebastian Vettel da equipe ao fim da temporada 2020 da Fórmula 1. Na visão do dirigente, o casamento já não estava indo bem.
 
Titular da Ferrari desde 2015, Vettel conquistou até agora 14 vitórias, 54 pódios e 12 poles. Em uma era de domínio da Mercedes, o #5 foi vice-campeão nas temporadas 2017 e 2018.
 
Na terça-feira, a escuderia de Maranello confirmou que Vettel vai fazer em 2020 a turnê de despedida do time. O futuro do tetracampeão, porém, ainda segue indefinido. 
Piero Ferrari é vice-presidente da Ferrari (Foto: Ferrari)
Paddockast #60
OS PIORES PILOTOS DA HISTÓRIA DA F1

Ouça:
Spotify | iTunes | Android | playerFM

“É como um casamento. Uma bonita história que poderia ter sido muito mais bonita e que chegou ao fim por várias razões. Do lado de Vettel e do nosso lado”, disse Piero em entrevista à revista italiana ‘Quattroroute’. “Já não vivíamos bem juntos e nos separamos”, resumiu.
 
“Não é uma questão de ter o melhor piloto no melhor carro. Eu tinha muita confiança e uma grande estima por Sebastian, porque ele fez algumas grandes corridas. Não sei se ele não entendeu o carro ou se nós não o entendemos, mas essas coisas podem acontecer”, ponderou. 
 
Sem dar detalhes sobre a sucessão de Vettel, Piero afirmou que a Ferrari não é lugar para jovens inexperientes, mas se mostrou aberto a pilotos já com alguma bagagem na F1.
 
“Apoiar outro jovem? Ficaria feliz em fazer isso, mas a Ferrari não é para um jovem que vem da Fórmula 2. Talvez um piloto que já tenha alguns anos de experiência seja muito melhor”, comentou.
 
Ainda, Piero defendeu o apoio da marca a Charles Leclerc, já que o monegasco é uma cria da casa.
 
“É certo apoiar Leclerc, pois é um jovem muito talentoso e inteligente e cresceu na nossa Academia Ferrari”, concluiu.
 


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.