F1
25/01/2014 13:30

Ferrari apresenta F14T e traz bico de bagre como novidade para temporada 2014 da F1

A Ferrari apresentou neste sábado (25) o carro com o qual vai disputar a temporada 2014 da F1. O modelo italiano traz um bico ainda mais baixo
Warm Up / EVELYN GUIMARÃES, de São Paulo
 F14 T (Foto: Ferrari)
 


Se a McLaren, a Lotus e a Williams já tinham assustado com o novo desenho de 2014, a FERRARI foi além. A equipe de Maranello veio com um layout ainda mais surpreendente. Também seguindo às novas regras, o modelo ferrarista tem um bico em degrau bem mais baixo e com formato mais alargado na ponta, lembrando também um aspirador. O carro, assim como o dos dos rivais, também apresenta certa robustez nas laterais. A esquadra apresentou a F14T na manhã deste sábado (25) por meio de um evento online.
F14 T (Foto: Ferrari)

A Ferrari ainda manteve o conceito da suspensão dianteira pullrod em sua recente criação. O novo modelo já tem muito da visão técnica de James Allison, projetista contratado da Lotus para devolver a competitiva perdida na última temporada. Como os demais, as passagens de ar foram priorizadas.

A F14T vai para a pista pela primeira vez no dia 28 de janeiro, na pista espanhola de Jerez de la Frontera, que recebe a bateria inicial de testes da pré-temporada.


A esquadra de Maranello já trabalha no novo carro desde os primeiros meses do ano passado, com uma equipe toda voltada para 2014. E espera que os novos regulamentos, especialmente a adoção do motor V6 turbo, sirvam para ajudá-la a recuperar terreno frente aos principais adversários, já que 2013 representou um grande revés em termos de desempenho, principalmente na segunda parte do ano.

Dentro de pensamento, Stefano Domenicali, chefe da equipe italiana, afirmou durante o lançamento que a confiabilidade será peça também chave neste ano. "A temporada 2014 será muito, muito longa, por isso é importantíssimo começar o campeonato com um carro bastante confiável", afirmou.
Fernando Alonso, Stefano Domenicali e Kimi Räikkönen (Foto: Ferrari)

Allison, o diretor-técnico, foi na mesma direção. "Este ano, a confiabilidade será absolutamente fundamental", reiterou.

Também pensando na evolução, Felipe Massa, depois de oito temporadas, foi substituído por Kimi Raikkonen, que agora forma dupla com o bicampeão Fernando Alonso.