Ferrari garante que “nada muda” após vitória e prevê “altos e baixos” até fim da temporada

Para Frédéric Vasseur, chefe da Ferrari, "nada muda" após a vitória em Monte Carlo. Segundo ele, a equipe de Maranello precisa ter os pés no chão

A Ferrari celebrou a vitória inédita de Charles Leclerc no GP de Mônaco de Fórmula 1 e valorizou os pontos conquistados na oitava etapa da temporada com os dois pilotos no pódio, mas sabe que o caminho ainda é longo para pensar em coisas maiores. O chefe do time italiano, Frédéric Vasseur, disse que “nada muda” após a vitória em Monte Carlo e que a equipe de Maranello precisa ter os pés no chão para entender que muita coisa ainda vai acontecer em 2024.

“Não é uma questão de motivação, porque a motivação existe faz tempo. É a autoconfiança dos pilotos, da equipe. Temos de continuar assim. O pior cenário seria imaginar que está tudo resolvido, que será assim até o fim”, afirmou à revista inglesa Autosport.

Vasseur vê a Ferrari evoluindo e brigando na ponta do grid, mas prevê altos e baixos até o fim da temporada, já que, hoje, a disputa pelas primeiras posições giram em torno de três equipes.

“Teremos pistas diferentes, com layouts diferentes, características diferentes. Estamos competindo mais com McLaren e Red Bull. Haverá altos e baixos até o fim da temporada. Temos de marcar pontos quando não estivermos no topo e poder vencer quando estivermos lá. Mas nada muda”, disse. “Agora temos pelo menos três equipes, mas acho que a Mercedes não está muito longe, capazes de lutar pela pole-position, capazes de lutar pela vitória”, observou dirigente.

Dependendo da pista, Ferrari, McLaren ou Red Bull podem dominar, aposta Frédéric Vasseur (Foto: Ferrari)

Após oito etapas da F1, Max Verstappen continua liderando o Mundial de Pilotos, com 169 pontos. Porém, a diferença para Charles Leclec, da Ferrari, diminuiu e agora o monegasco soma 138 tentos. Lando Norris, da McLaren, fecha o pódio com 118. No Mundial de Equipes, a Red Bull também lidera, com 276 pontos, seguida da Ferrari, que tem 252 e McLaren, com 184.

“É emocionante e, espero, será assim até o final da temporada. Com certeza, dependendo de pista para pista, talvez tenhamos a Red Bull com vantagem, ou a Ferrari, ou a McLaren. E teremos de ser oportunistas. No ano passado, perdemos muitos pontos na temporada e, agora, evoluímos. Estamos muito mais oportunistas, e será assim até o final da temporada. A briga será acirrada”, projetou.

Fórmula 1 retorna de 7 a 9 de junho com o GP do Canadá, nona etapa da temporada 2024.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.