F1

Ferrari instala segunda versão do Halo no carro de Vettel e realiza novo teste de pista no TL1 em Silverstone

Depois da avaliação feita nas garagens durante o fim de semana passado, na Áustria, a Ferrari voltou a testar a segunda versão do Halo. Agora, a equipe italiana optou por um novo ensaio, mas na pista. Sebastian Vettel foi o responsável por dar uma volta de instalação com a peça durante o primeiro treino livre em Silverstone, na Inglaterra, nesta sexta-feira
Warm Up / Redação GP, de Curitiba
 A Ferrari vai fazer mais um teste com a versão 2 do Halo (Foto: Reprodução/Twitter)

A Ferrari novamente realizou um teste de pista com o Halo, a peça que escolhida para ampliar a proteção dos pilotos dentro do cockpit. A equipe italiana, que já havia feito um ensaio com o equipamento durante os dois dias finais da pré-temporada, voltou a instalar o recurso em seu carro na semana passada, na Áustria. Mas foi Sebastian Vettel o responsável por conduzir a avaliação da segunda versão do Halo nesta sexta-feira (8), durante a sessão inicial em Silverstone.
 
Durante os primeiros minutos do segundo treino livre para o GP da Inglaterra, o alemão deixou os boxes para uma volta de instalação. Na véspera dos treinos no Red Bull Ring, o time vermelho já havia feito um primeiro teste, mas dentro das garagens. Na verdade, foi um ensaio para avaliar a eficiência da peça em caso de acidente em que é necessária a remoção do piloto.
 
Os membros da equipe médica da F1, bem como os comissários da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), acompanharam todo o procedimento. E, de acordo com informações da mídia europeia, o resgate levou cerca de dez minutos para retirar o piloto – no caso, um mecânico da Ferrari – de dentro do carro.
A Ferrari vai fazer mais um teste com a versão 2 do Halo (Foto: Reprodução/Twitter)

Desde a pré-temporada, a Ferrari vem aprimorando o Halo. Nesta nova versão, a peça, embora ainda robusta, veio mais leve, feita em titânio e não mais em fibra de carbono. O aro, que envolve o habitáculo, também foi revisto e agora vem mais amplo, para evitar o risco de o piloto bater com cabeça em caso de um impacto mais severo.
 
Ainda, de acordo com matéria da revista inglesa 'Autosport', a Ferrari considerou o teste no pit-lane um sucesso, mas a análise mais aprofundada será mesmo na pista inglesa, em que vai estudar também itens de performance. 
 
O Halo é uma solução que a FIA pretende introduzir nos protótipos do Mundial a partir da próxima temporada, como forma de aumentar a segurança dos pilotos. Outro recurso que também foi testado pela entidade foi o Aeroscreen, desenvolvido pela Red Bull. A peça, entretanto, não foi aprovada nos testes realizados pela federação.
Vettel foi o responsável pelo teste do Halo em Silverstone (Foto: Reprodução/Twitter)
PADDOCK GP #35 DEBATE MOTOGP, STOCK CAR E FAZ PRÉVIA DA F1 E FINAL DA F-E