Ferrari lamenta chance perdida na Bélgica: “Fim de semana correu particularmente bem”

Mattia Binotto defendeu a decisão da Fórmula 1, mas lamentou que a escuderia de Maranello não tenha tido a chance de ver qual seria a performance de Charles Leclerc e Carlos Sainz em Spa-Francorchamps

Assista aos melhores momentos do GP da Bélgica deste domingo (Vìdeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Mattia Binotto lamentou que o clima tenha tirado da Ferrari a chance de exibir uma boa performance em um GP da Bélgica “onde tudo podia acontecer”. O dirigente destacou que o fim de semana em Spa-Francorchamps correu bem para a escuderia de Maranello.

Apesar dos esforços da direção de prova, o GP da Bélgica, na prática, não aconteceu. Por conta de uma forte chuva, o início da corrida foi adiado por mais de três horas e quando o cronômetro foi enfim disparado, os pilotos deram apenas duas voltas atrás do safety-car antes do encerramento da disputa e a distribuição de metade dos pontos.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

MATTIA BINOTTO; FERRARI;
Mattia Binotto defendeu a decisão da Fórmula 1 em Spa-Francorchamps (Foto: Scuderia Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Assim, Charles Leclerc e Carlos Sainz, que não foram ao Q3 e se classificaram em 11ª e 13, respectivamente, acabaram na zona de pontuação, já que ganharam as posições de Valtteri Bottas e Lando Norris, que foram punidos com cinco posições por causa de acidentes na Hungria, e de Sergio Pérez, que bateu a caminho do grid.

“Nosso fim de semana correu particularmente bem, mas é uma pena que não tenhamos tido a chance de ver como as coisas teriam sido em uma corrida onde tudo podia acontecer”, disse Binotto. “Agora temos de nos concentrar na próxima corrida, em Zandvoort, um circuito histórico que volta ao calendário do campeonato depois de uma longa ausência”, seguiu.

Ainda, o dirigente aproveitou para agradecer os fãs em Spa-Francorchamps, mas defendeu a decisão da Fórmula 1 em relação ao GP da Bélgica.

“Gostaria de agradecer a todos os espectadores que ficaram até o fim na pista, torcendo para ver o que deveria ser uma corrida incerta e espetacular”, declarou. “O diretor de prova fez tudo que podia para tentar realizar o GP, mas as condições nunca foram boas o bastante para não arriscar a segurança dos pilotos e daqueles trabalhando na pista”, observou.

“O resultado final acabou sendo determinado pelas posições de largada, o que significa que saídos com os dois carros na zona de pontuação”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar