carregando
F1

Ferrari oferece contrato de um ano para Vettel com corte salarial

Ferrari tem a intenção de manter Sebastian Vettel em 2021, porém, oferta de renovação é de apenas uma temporada e com valores bem menores que os assinados na última extensão, em 2017. Informação é da Sky Sports Itália, que vinculou Sainz, Ricciardo e Giovinazzi ao time italiano

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
COMO SE PREVENIR DO CORONAVÍRUS:
 
☞ Lave as mãos com água e sabão ou use álcool em gel.
☞ Cubra o nariz e boca ao espirrar ou tossir.
☞ Evite aglomerações se estiver doente.
☞ Mantenha os ambientes bem ventilados.
☞ Não compartilhe objetos pessoais.

Apesar das atividades da Fórmula 1 estarem paralisadas por conta da pandemia do coronavírus, a Ferrari já se movimenta para definir a dupla de pilotos para a temporada 2021. O time confirmou nas últimas semanas que iniciou negociações para renovação de contrato com Sebastian Vettel, e detalhes da proposta foram revelados pela emissora Sky Sports Itália.
 
Com o monegasco Charles Leclerc garantido em Maranello até 2024, a Ferrari tem a manutenção do tetracampeão Vettel como a primeira opção, porém, o cenário é muito diferente da renovação de contrato de 2017, quando o alemão assinou um vínculo de três anos no valor de 100 milhões de euros, cerca de 569 milhões de reais.
 
A oferta da Ferrari é de um contrato de apenas um ano e muito abaixo dos valores assinados em 2017. A decisão agora está nas mãos do piloto alemão, que pode começar a analisar novos caminhos.
Sebastian Vettel (Foto: AFP)
A interrupção da temporada não é a favor de Vettel. Um início de ano forte poderia mudar a mente da Ferrari em relação aos valores, mas com o campeonato programado para começar apenas em junho, os ruins resultados de 2019 são o que pesam para a situação atual de Sebastian.
 
A Ferrari não pressiona Vettel para tomar uma decisão rápida. A Sky cita que três pilotos estão interessados na vaga caso o tetracampeão não queira: o espanhol Carlos Sainz, o australiano Daniel Ricciardo e o italiano Antonio Giovinazzi. 
Paddockast #54
NO ANO DA DANÇA DAS CADEIRAS, QUEM DEVE FICAR SEM CONTRATO?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM
Para Vettel, o tempo passando não é nada bom, já que uma tomada de decisão tardia poderia atrapalhar um possível plano B. O tetracampeão está na Ferrari desde 2015, somou 15 vitórias e foi vice-campeão mundial em 2017 e 2018.
 

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.