Ferrari pensa em estabilidade e já fala em renovar com Sainz antes mesmo da estreia

Mattia Binotto torceu para que o piloto espanhol escolha estender o contrato e seguir com a Ferrari também nos próximos anos

Carlos Sainz ainda nem estreou, mas a Ferrari já cogita a possibilidade de prolongar o contrato do piloto de 26 anos. O atual vínculo do espanhol é válido para duas temporadas.

Vindo da McLaren, Sainz chega ao time de Maranello neste ano para substituir Sebastian Vettel. Mas, ao contrário de Charles Leclerc, que está no terceiro ano de contrato e tem mais três pela frente, Carlos só assinou até 2022.

CARLOS SAINZ; FERRARI; TESTE; FIORANO; FÓRMULA 1; F1 2021;
Carlos Sainz testou com a Ferrari em Fiorano na semana passada (Foto: Ferrari)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Acho que ele é um piloto muito jovem. O line-up mais jovem desde 1968”, disse Binotto ao jornal espanhol ‘Marca’. “Normalmente, não fazemos uma escolha como esta por só dois anos, pois estamos tentando criar uma base sólida para o futuro e olhando também para o longo prazo”, seguiu.

“Então esperamos que Carlos renove e fique conosco nos próximos antes também”, declarou.

Sainz, que testou com a Ferrari na semana passada em Fiorano, já declarou anteriormente que o contrato de dois anos é uma fonte de “estabilidade”.

“A pressão na Ferrari é sempre alta. Não é uma questão do número de anos no contrato, e eu sou o primeiro a querer ser o mais rápido possível logo de cara”, sublinhou. “Mas, para mim, um contrato de dois anos é importante. É uma das coisas que sempre disse desde que me juntei a McLaren e, obviamente, desde que me juntei a Ferrari. Para um piloto, ter estabilidade em uma equipe é sempre importante”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube