F1

Ferrari revela que carro para disputa da temporada 2015 do Mundial de F1 vai se chamar SF15T

Com apresentação marcada para o próximo dia 30 de janeiro, a Ferrari decidiu batizar seu novo carro de SF15-T. Bólido será guiado por Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen e fará estreia em 1º de fevereiro no circuito espanhol de Jerez de la Frontera
Warm Up / RENAN DO COUTO, de São Paulo
 Ferrari divulgou imagem no Twitter com nome do novo carro (Foto: Reprodução)
A Ferrari anunciou na manhã desta segunda-feira (26) que seu carro para a disputa da temporada 2015 do Mundial de F1 se chamará SF15-T.

O carro ainda não foi lançado. A apresentação oficial foi marcada pela equipe para o dia 30 de janeiro, também conhecido como próxima sexta-feira. Enquanto isso, por meio de um site especial dedicado ao lançamento, segue divulgando pequenas imagens do 'Projeto 666', como o carro vinha sendo chamado internamente.

A estreia do modelo na pista acontecerá no dia 1º de fevereiro, em Jerez, na abertura dos testes de pré-temporada. O primeiro teste será conduzido pelo tetracampeão Sebastian Vettel, contratado no fim do ano passado para ocupar o lugar de Fernando Alonso.
Ferrari divulgou imagem no Twitter com nome do novo carro (Foto: Reprodução)
A Ferrari, ao contrário das outras equipes, que dão nomes em sequência aos seus bólidos, gosta de variar bastante. Em 2009, por exemplo, batizou o carro de F60, em referência aos 60 anos de participação na F1. Em 2011, correu com a Ferrari 150 Italia para marcar os 150 anos da unificação de seu país, após uma polêmica com a Ford fazê-la abandonar a ideia inicial, F150. No ano passado, com o início da era turbo, a equipe disputou o Mundial com a F14T.

Apenas quarta colocada na F1 em 2014, a escuderia italiana espera que a SF15T consiga quebrar o jejum de vitórias que já dura quase dois anos. O time foi ao pódio só duas vezes no ano passado e não sabe o que é vencer desde o GP da Espanha de 2013, com Fernando Alonso.

Para tentar recuperar o caminho das vitórias, muitas mudanças internas foram promovidas nos últimos meses, em todos os níveis. Sergio Marchionne tomou o lugar de Luca di Montezemolo na presidência, Maurizio Arrivabene assumiu a chefia da equipe e gente como Pat Fry e Nikolas Tombazis, responsáveis pelo desenho dos carros nos últimos anos, foram demitidos.

O campeonato de 2015 da F1 vai começar no dia 15 de março em Melbourne, na Austrália.
LANÇAMENTOS 2015  
Mercedes 1/2 Jerez  
Red Bull A confirmar A confirmar  
Williams 21/1 online Texto e fotos
Ferrari 30/1 online  
McLaren 29/1 Woking  
Force India 21/1* Cidade do México Texto e fotos
Toro Rosso 31/1 Jerez  
Lotus A confirmar A confirmar  
Sauber A confirmar A confirmar  
*apresentação da equipe
10+ LANÇAMENTOS NA F1

Carros colocados diante das garagens com capas, fotos divulgadas pela internet, convocação para coletiva de imprensa na sede da equipe. Tudo gera ansiedade enorme no verdadeiro fã de F1, mas já houve um tempo em que os lançamentos de carros no início de cada ano eram muito mais do que isso — tratavam-se, na realidade, de mega eventos que às vezes contavam até mesmo com aviões Airbus e shows das Spice Girls. Aproveitando que a F1 vive uma época de lançamentos, o GRANDE PRÊMIO relembra alguns eventos que ficaram marcados ou por sua suntuosidade, ou por sua excentricidade.

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO
BOTTAS ANTES

O finlandês Valtteri Bottas será o primeiro a sentir o gostinho de pilotar pela primeira vez o novo carro da Williams, o FW37, nos testes coletivos da F1 em Jerez de la Frontera, na Espanha. A Williams confirmou que o quarto colocado do Mundial de F1 de 2014 será o responsável por guiar o carro nos dois primeiros dias de atividades de pista da pré-temporada. Desta forma, Bottas andará nos dias 1 e 2 de fevereiro com a nova máquina. Já o brasileiro Felipe Massa, que fechou o último campeonato em sétimo lugar, trabalhará pela primeira vez com o FW37 nos dias 3 e 4.

Leia a reportagem completa no GRANDE PRÊMIO
CINCO VITÓRIAS

A Renault tem grandes planos para 2015. A fabricante francesa espera reduzir pela metade a diferença que ainda possui para a campeã Mercedes e traça como meta a conquista de "pelo menos cinco vitórias na temporada" que começa em março, no Albert Park, na Austrália. No ano passado, a fornecedora enfrentou diversos problemas com a nova unidade de força. Mesmo assim, fechou o campeonato com três triunfos, todos pelas mãos de Daniel Ricciardo, com a Red Bull.