Ferrari revela surpresa com equilíbrio entre “conceitos diferentes” na F1 2022

Chefe da Ferrari, Mattia Binotto revelou surpresa com tempos equilibrados em pré-temporada ao considerar diferentes conceitos na projeção dos novos carros da Fórmula 1 em 2022

COMO FOI O TERCEIRO DIA DA PRÉ-TEMPORADA DA FÓRMULA 1 2022 EM BARCELONA | Briefing

Os tempos de cada piloto da Fórmula 1 ao longo dos três dias de pré-temporada em Barcelona, na Espanha, acabaram importando menos do que os dados recebidos pelas equipes em um ano totalmente diferente no aspecto aerodinâmico — devido ao novo regulamento técnico. Pelo menos essa é a opinião do chefe da Ferrari, Mattia Binotto, que evitou se animar com a velocidade demonstrada pela F1-75 na Catalunha.

O italiano destacou o fato de que cada equipe possui sua visão do regulamento, com carros construídos em conceitos claramente diferentes uns dos outros. No entanto, na opinião de Binotto, os desempenhos na primeira parte da pré-temporada de 2022 foram bastante parecidos.

“O que mais me surpreendeu foi ver que todos aqueles carros diferentes foram bem similares em termos de desempenho”, disse o chefe da Ferrari ao braço italiano do canal Sky Sports. “Quando você vê escolhas conceituais diferentes, você espera ver isso traduzido na pista com uma diferença de desempenho. Ao invés disso, acho que os carros se aproximam — mesmo que sejam bem diferentes”, explicou.

CHARLES LECLERC; MATTIA BINOTTO;
Mattia Binotto pediu calma, mas ficou feliz com desempenho da Ferrari em Barcelona (Foto: Scuderia Ferrari)

“Ainda é muito cedo para julgar o desempenho, eu acho”, continuou. “Algumas equipes estavam carregando mais peso do que outras. Nós vamos ver isso nos testes do Bahrein e nas primeiras corridas. No começo da temporada, vamos tentar explorar todo o potencial do carro”, afirmou.

Binotto ainda admitiu que o carro da Ferrari deve chegar com algumas modificações à estreia do campeonato, no dia 20 de março, no Bahrein. “Vamos fazer algumas mudanças, mas nada drástico”, admitiu Binotto. “Então, no início da temporada vamos focar o máximo em tirar todo o potencial do carro atual”, salientou.

Além da velocidade demonstrada nos testes, o principal ponto positivo para a Ferrari nos três dias em Barcelona foi o número de voltas completadas: 439, mais do que qualquer outra equipe do grid atual — a Mercedes, segunda colocada no quesito, deu 393 giros ao redor do Circuito da Catalunha.

Carlos Sainz também desfilou com a F1-75 em Barcelona (Foto: Eric Calduch/GRANDE PRÊMIO)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Assim, o alto número de voltas traz dois pontos positivos à escuderia: além da confiabilidade de um conjunto que ainda não deu problemas apesar da alta quilometragem, a Ferrari tende a ter mais dados recebidos do que as outras competidoras do grid — o que deixou o chefe bastante satisfeito.

“Sim, satisfeito é uma palavra certa, já que conseguimos coletar muitos dados e fomos consistentes”, comentou. “Tenho que dizer que o carro se comporta bem, especialmente considerando como o projetamos. Até então, estamos satisfeitos. Porém, estamos conscientes de que ainda existe muito a descobrir, aprender e melhorar”, encerrou.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar