F1

Ferrari se diz “decepcionada e infeliz” por derrota em pedido de revisão de punição

Chefe da Ferrari, Mattia Binotto se mostrou frustrado e disse que a equipe está infeliz depois da derrota sofrida, nesta sexta-feira, na tentativa de revisar a punição dada a Sebastian Vettel no GP do Canadá. O dirigente também garantiu que o caso agora está encerrado

GRANDE PRÊMIO / Redação GP, de Curitiba
A Ferrari chegou a Paul Ricard confiante e com "provas contundentes" de que teria sucesso na reunião marcada com os comissários da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), parar revisar a punição aplicada a Sebastian Vettel no GP do Canadá, etapa disputada há pouco menos de duas semanas. A equipe italiana esperava reverter a controversa sanção, mas acabou tendo o pedido rejeitado nesta sexta-feira (21).
 
Durante a corrida em Montreal, Vettel vinha liderando e sendo pressionado por Lewis Hamilton, quando errou na entrada da curva 3 na volta de número 48 e cortou pela grama, voltando ao traçado na sequência e espremendo o rival. Os carros da Ferrari e da Mercedes não se tocaram, mas os comissários entenderam que o alemão conduziu de maneira perigosa no retorno ao asfalto e decidiram por uma sanção de 5s. Líder da prova, Seb acabou tendo de entregar a vitória a Hamilton.
 
O time de Maranello considerou a punição injusta e decidiu pedir a revisão, alegando ter novas evidências sobre o episódio. A Ferrari apresentou sete itens em sua defesa, mas a FIA entendeu que não havia nenhuma circunstância realmente nova, para reabrir o caso. 
Mattia Binotto (Foto: Twitter)
Chefão da escuderia vermelha, Mattia Binotto falou sobre o resultado da revisão e disse que a equipe estava frustrada com o parecer dos comissários. "Sem comentar muito sobre a decisão, eu não tenho dúvida de que estamos todos muito infelizes e decepcionados. Estamos frustrados pela Ferrari, mas também pelos fãs e pelo nosso esporte. Não pretendemos mais comentar esse assunto", afirmou o dirigente.
 
Questionado se o assunto agora está encerrado, Binotto garantiu que "sim. 
 
Vettel também lamentou a derrota. "É decepcionante para mim, para a equipe, para o esporte e para os torcedores, então é apenas mais uma decepção", completou.
 
O tetracampeão também foi perguntado sobre as evidências apresentadas pela Ferrari, que incluíram uma análise feita pelo ex-piloto Karun Chandhok à emissora Sky Sports. E Seb admitiu que achava que a equipe tinha uma chance de reabrir o caso. "Acho que não foi apenas uma questão de decisão, mas a FIA não tinha a mesma opinião."

A definição do grid do GP da França acontece às 10h. E o GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.
 

 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo 

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.