Em alerta com segurança, FIA faz análise ampla de incidente entre Hamilton e Verstappen

Michael Masi, diretor de provas da FIA para a Fórmula 1, disse que as consequências do polêmico incidente entre Lewis Hamilton e Max Verstappen em Monza já estão sendo analisadas pela entidade. A ocorrência foi considerada incomum pelo australiano

Lewis Hamilton e Max Verstappen bateram no incrível GP da Itália (Vídeo: Reprodução/TV)

A forma como aconteceu o polêmico incidente entre Max Verstappen e Lewis Hamilton na volta 26 do último GP da Itália chamou a atenção da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). Em disputa na curva 1, na chicane do circuito de Monza, os dois rivais na luta pelo título se chocaram, e o carro da Red Bull ficou encavalado ao da Mercedes, e a roda traseira do bólido de Verstappen chegou a acertar o capacete de Hamilton, que teve a vida salva pelo halo.

Michael Masi, diretor de provas da FIA para a Fórmula 1, disse que a entidade está em alerta em razão das consequências incomuns do episódio do último domingo e já começou uma análise mais profunda sobre o caso. A investigação em si não se trata do mérito de quem foi o culpado — os comissários entenderam que Verstappen causou a colisão —, mas sim tem o objetivo de melhorar e aperfeiçoar a segurança dos pilotos, tema constante debatido pela FIA.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

MAX VERSTAPPEN; LEWIS HAMILTON; ACIDENTE; HALO; GP DA ITÁLIA; MONZA; F1; FÓRMULA 1;
Imagem aproximada mostra como halo salvou vida de Lewis Hamilton em acidente com Max Verstappen (Foto: AFP)

LEIA TAMBÉM
+OPINIÃO GP: Hamilton tem razão: Verstappen teima em ceder e adota posição perigosa
+Hamilton se espanta com atitude de Verstappen após incidente: “Surpreendente”
+Ricciardo amanhece ainda incrédulo com vitória no GP da Itália: “Não consegui dormir”

“Incidentes que são diferentes, não necessariamente com grandes impactos de força G ou algo do tipo, mas que são incomuns, nós analisamos. Nosso Departamento de Segurança os examina em detalhes, investiga e vê o que podemos aprender e o que podemos melhorar para o futuro”, explicou o australiano em entrevista coletiva no último domingo na Itália.

“É assim que temos muitos dos recursos de segurança que temos hoje e vamos continuar a evoluir no futuro. Já estamos coletando todas os dados, então temos as informações, e todas elas vão para nosso Departamento de Segurança, junto com as fotos e tudo o mais que tivermos pelo caminho”, salientou Michael Masi.

O halo, aliás, foi exaltado por Hamilton. Ainda com dores no pescoço em razão do impacto da roda do carro da Red Bull em razão do incidente, o heptacampeão se mostrou grato por estar vivo e bem.

“Sinceramente, posso me considerar muito feliz hoje. Graças a Deus pelo halo que, no fim das contas, me salvou e salvou meu pescoço. Acho que nunca fui atingido antes na cabeça por um carro e é um grande impacto para mim. Não sei se você viu a imagem, mas minha cabeça estava muito inclinada para a frente. Estou há muito tempo competindo aqui e estou muito, muito grato por ainda estar aqui”, disse.

“Acho que a Angela [Cullen, sua fisioterapeuta pessoal] vai viajar comigo nos próximos dias. Provavelmente, vou precisar de um especialista só para garantir que esteja bem para a próxima corrida. Parece que está piorando um pouco, já que a adrenalina está passando, mas vou trabalhar com a Angela para acertar isso. Vou viver”, sorriu o heptacampeão mundial ao encerrar.

GUERRA NA F1! VERSTAPPEN E HAMILTON BATEM DE NOVO E RICCIARDO VENCE NA ITÁLIA | PADDOCK GP #256

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar