F1

FIA anuncia diretor de prova da V8 Supercars Michael Masi como substituto de Whiting no GP da Austrália

A FIA anunciou que Michael Masi vai assumir as funções que eram atribuídas a Charlie Whiting durante neste fim de semana, na Austrália, que recebe a abertura da temporada 2019 da F1. Delegado-técnico e diretor de prova do Mundial, Whiting morreu nesta quinta-feira (14) em Melbourne

GRANDE PRÊMIO / Redação GP, de Curitiba
A morte de Charlie Whiting

Obituário: Charlie Whiting, 1952 - 2019
Mundo do automobilismo reage à morte repentina de Whiting

Pilotos da F1 exaltam 'pilar do esporte' e 'cara dos pilotos' Whiting
“Generoso e especial”: Fã e autor de conta fake se emociona em carta para Whiting

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) já decidiu quem vai assumir as funções de Charlie Whiting durante o GP da Austrália, que abre a temporada da F1, neste fim de semana. Whiting morreu nesta quinta-feira (14), em Melbourne, em decorrência de uma embolia pulmonar. O inglês de 66 anos era delegado-técnico e de segurança e diretor de prova da F1, além de uma das figuras mais importantes do paddock. Agora, o australiano Michael Masi é quem substitui o britânico. Desde 2015, Masi é o diretor de provas da V8 Supercars – evento que faz também a preliminar da corrida da F1. 
 
A morte de Whiting causou enorme comoção entre pilotos, equipes e todos os envolvidos com a F1 no Albert Park. Os dois principais nomes do Mundial, Lewis Hamilton e Sebastian Vettel, se disseram em "choque" com a perda súbita do dirigente, afirmando que Charlie "era um cara dos pilotos e que sempre defendeu a segurança nas pistas, além de um homem gentil e sempre disposto a ouvir os competidores".
Charlie Whiting morreu nesta quinta-feira em Melbourne (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Masi também vai ocupar ainda o cargo de delegado de segurança e será o responsável pela largada, além de todas as decisões quanto a eventuais contratempos nas sessões de treinos. O dirigente já atuou como diretor de corridas da V8 Supercar e foi comissário de prova no eP de Hong Kong, disputado na semana passada, e no GP da China de 2018 na F1.
 
"O Apêndice 1, da Parte B do Regulamento Esportivo, especifica que Charlie Whiting deve ser o diretor de prova, delegado de segurança e responsável pela largada. De acordo com o artigo 11.9.3b do Código Esportivo Internacional da FIA, haverá uma modificação do regulamento para permitir que Michael Masi assuma o posto de diretor de prova, delegado técnico e responsável pela largada para este evento", disse a nota da entidade. 
 
John Elkins, diretor de prova da Fórmula E, chegou a ser ventilado para o cargo também. A FIA ainda não confirmou como será a reorganização da diretoria de prova além do GP da Austrália, uma vez que Whiting acumulava muitas funções dentro de seu trabalho ao longo dos finais de semana de corrida. Também era uma atribuição de Charlie vistoriar os circuitos pelo mundo.

GRANDE PRÊMIO segue todas as atividades do fim de semana do GP da Austrália de F1. Acompanhe tudo aqui.