FIA anuncia mudanças no sistema de pontuação para superlicença da Fórmula 1

FIA confirmou que o período para o acúmulo de pontos aumentou de três para quatro anos. Medida é efeito da situação global pela pandemia do coronavírus

A FIA confirmou uma mudança no sistema de pontos para a superlicença da Fórmula 1. A janela para os pilotos acumularem pontuação foi expandida para quatro anos, por efeito da pandemia de coronavírus.

A mudança foi aprovada durante uma reunião do Conselho Mundial do Esporte a Motor. Antes da alteração, pilotos precisavam juntar 40 pontos de superlicença em um espaço de três anos para se tornarem elegíveis a competir na Fórmula 1.

Como a pandemia provocou efeitos no automobilismo de base, com categorias cancelando temporadas ou com mudanças de calendário, a preocupação aumentou.

GUANYU ZHOU; FÓRMULA 2; LARGADA; CORRIDA 2; SÓCHI;
Guanyu Zhou sai na frente da curta corrida 2 da F2 na Rússia (Foto: F2/Reprodução)

“Por conta da atual situação global, a janela em que os pilotos podem marcar pontos da superlicença foi aumentada de três para quatro anos. O maior número de pontos acumulados em três anos ou em período de quatro que inclui 2020 será considerado”, citou a FIA em comunicado oficial.

A Federação também confirmou que vai abrir discussões para conceder a superlicença a pilotos que não alcançaram os 40 pontos por conta de condições nas quais não tiveram impacto. Eles precisam somar o mínimo de 30 pontos e mostrar “excelente capacidade de pilotagem em monopostos” para entrarem na análise do novo regulamento.

Apesar dos 40 necessários para competir na Fórmula 1, a FIA confirma que apenas 25 pontos são necessários para participar de um fim de semana de GP, como nos casos de Mick Schumacher e Callum Ilott, que participariam do treino livre 1 em Nürburgring antes do cancelamento.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube