FIA anuncia saída de Michael Masi como diretor de provas da Fórmula 1

Em comunicado divulgado na manhã desta quinta-feira, FIA confirmou a saída de Michael Masi do posto de diretor de provas após final controverso da F1 em Abu Dhabi

FERRARI APRESENTA F1-75, CARRO PARA A TEMPORADA 2022 DA F1 | React

A FIA anunciou, na manhã desta quinta-feira (17), a remoção de Michael Masi como diretor de provas da Fórmula 1. Em comunicado oficial, o novo presidente da federação, Mohammed Ben Sulayem, confirmou a decisão que a organização julgou como adequada após a investigação sobre a decisão do campeonato de 2021. Niels Wittich e Eduardo Freitas vão se alternar no posto com assistência do veterano Herbie Blash. Masi terá um novo cargo interno na FIA.

Masi gerou polêmica por conta das decisões no GP de Abu Dhabi de 2021, que deu o título da Fórmula 1 para Max Verstappen. Na ocasião, o holandês era segundo colocado, atrás de Lewis Hamilton, mas situação mudou após o acidente de Nicholas Latifi com cinco voltas para o final da prova. Antes da relargada, no último giro da corrida, Michael optou por remover apenas os retardatários que estavam entre os candidatos ao título em vez de liberar todos ou nenhum, como prevê o regulamento.

Com o embate direto criado para a última volta, Verstappen ultrapassou Hamilton e conquistou o primeiro título mundial na Fórmula 1. A Mercedes, equipe de Lewis, chegou a entrar com um protesto por conta da decisão, que acabou negado. Na última segunda-feira (14), as 10 equipes se reuniram com o presidente da FIA para debater o tema. Apesar do silêncio após o encontro, o órgão citou que medidas seriam tomadas nos dias seguintes.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

MAX VERSTAPPEN; LEWIS HAMILTON; ABU DHABI;
Polêmico GP de Abu Dhabi ainda rende assunto nas análises de Fórmula 1 (Foto: AFP)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Durante o encontro da Comissão da F1 em Londres, eu apresentei parte do meu plano de avanço da arbitragem da Fórmula 1. Tirando conclusões da análise detalhada dos eventos do último GP de Abu Dhabi e da temporada 2021, propus uma reforma profunda da organização da direção de corrida”, comentou Ben Sulayem no vídeo divulgado pela FIA. O novo mandatário afirmou que a mudança foi aprovada de forma unânime pelos chefes de equipe.

Além da saída de Masi, Ben Sulayem anunciou a criação de um ‘VAR’ (Video Assistant Referee, ou Árbitro Assistente de Vídeo, em tradução literal), tal como no futebol. A assistência por vídeo será posicionada em um escritório da FIA fora dos circuitos, e em conexão em tempo real com diretor de prova, ajudará a aplicar o regulamento usando ferramentas tecnológicas.

Também foi confirmado que a comunicação entre equipes e diretor de prova durante a corrida, que inclusive virou recurso televisivo em 2021, será removida para proteger o novo diretor de pressões externas na hora das decisões. Chefes poderão apenas realizar perguntas não intrusivas de acordo com um protocolo.

Para finalizar o pacote de medidas, o presidente citou que os procedimentos em relação ao safety-car serão revistos pelo conselho da F1 e apresentados na próxima reunião, que acontece antes do início da temporada 2022.

Os novos diretores de prova são Eduardo Freitas e Niels Wittich. O português Freitas tem experiência de mais de 20 anos na função de direção das 24 Horas de Le Mans, além de atuar também no Mundial de Endurance. O alemão Wittich é conhecido por ocupar o posto de diretor de provas no DTM e já tinha sido confirmado como diretor das provas da F2 e F3 para 2022. Ambos começam a divisão já na pré-temporada de Barcelona, que acontece entre 23 e 25 de fevereiro.

A temporada 2022 da Fórmula 1 tem início no dia 20 de março com o GP do Bahrein.

BBB DA VELOCIDADE: ESPETACULARIZAÇÃO DA FÓRMULA 1 PASSOU DO LIMITE?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar