FIA assegura que mudanças na construção dos pneus serão feitas apenas por razões de segurança

Grande foco de polêmica na temporada, os pneus fabricados pela Pirelli terão sua composição alterada em razões de segurança e não para reduzir o desgaste ou o número de pit-stops por piloto. É o que garante uma fonte da FIA em entrevista à revista britânica ‘Autosport’


Motivo de chiadeira da Red Bull neste começo de temporada, os pneus fabricados pela Pirelli têm sido o grande foco de polêmica nesta fase do Mundial de 2013. Embora tenha negado sofrer com a pressão dos taurinos, Paul Hembery, diretor-esportivo da fornecedora de Milão, admitiu que os compostos terão mudanças em sua construção a partir do GP do Canadá para assegurar um número menor de pit-stops para cada piloto a partir de então.

Entretanto, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo), por meio de uma fonte, declarou à revista britânica ‘Autosport’ que as mudanças têm como objetivo garantir e aumentar a segurança dos pneus, visto o ocorrido com Lewis Hamilton no Bahrein e com Paul di Resta na Espanha. Em ambos os casos, os pneus dechaparam sem qualquer motivo aparente.
FIA garante que mudanças nos pneus não vão mudar desgaste e número de pit-stops (Foto: Beto Issa)

“Há reuniões em curso entre a FIA e a Pirelli sobre os problemas dos pneus e as mudanças que precisam ser feitas para evitar que isso volte a acontecer. Essas reuniões não incluem [as discussões] pela degradação e nem pelo número de pit-stops”, disse a fonte anônima.

Desta forma, a Pirelli cumpre o Artigo 12.6.3 do Regulamento Técnico da F1, que rege sobre as mudanças dos pneus. “As características dos pneus serão determinadas pela FIA não além de 1º de setembro da temporada anterior. Uma vez determinadas, as características dos pneus não mudarão durante a temporada se houver acordo entre todas as equipes participantes”, diz a regra.

Segundo reportagem da publicação britânica, ainda que outro parágrafo do regulamento deixe claro que mudanças nos pneus podem acontecer se os compostos caso eles sejam declarados “tecnicamente insustentáveis” pelo fornecedor e pelo delegado-técnico da FIA, é improvável que a entidade julgue os pneus da Pirelli nestas condições, mesmo com o alto número de paradas para troca de pneus visto em Barcelona, há duas semanas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube