FIA divulga calendário de 2013 com 20 etapas, asterisco em Nova Jersey e mudança de datas de três provas

A FIA divulgou nesta sexta-feira (28) o calendário da F1 para 2013, com 20 etapas, asterisco em Nova Jersey e inversão de datas entre Coreia e Japão. A temporada começa na Austrália, em 17 de março, e termina no Brasil, em 24 de novembro

A FIA, após reunião do Conselho Mundial nesta sexta-feira (28), divulgou o calendário oficial da F1 para a temporada de 2013. Novamente o campeonato terá 20 etapas, começando em Melbourne, na Austrália, em 17 de março. A última etapa acontece em Interlagos, no dia 24 de novembro. Três considerações precisam ser feitas com relação ao calendário provisório apresentado na semana passada.

FIA divulga calendário de 2013 com 20 etapas (Foto: Red Bull/Getty Images)

A primeira é com relação à corrida em Nova Jersey, o GP das Américas. A prova aparece na programação da F1, mas ainda acompanha de um asterisco, que significa que o evento ainda precisa de confirmação. Nesta semana, Bernie Ecclestone, presidente da FOM e principal responsável pela negociação com os países que recebem ou desejam sediar um GP de F1, afirmou que a corrida norte-americana ainda é dúvida por conta da ausência de um contrato. 

A segunda alteração ficou por conta da mudanca de data do GP da Bélgica, que acontece agora em 25 de agosto e não mais em 1° de setembro, uma semana antes da etapa italiana, em Monza. O terceiro ponto é a inversão de datas entre os GPs da Coreia e do Japão. Agora, a prova coreana acontece em 6 de outubro, enquanto a F1 desembarca em Suzuka no dia 13 do mesmo mês.

Além da confirmação do calendário para a próxima temporada, o comunicado da FIA ainda informou que as equipes avançaram com relação às discussões do novo Pacto da Concórdia e que o acordo está previsto para ser assinado até o fim outubro. A nota da entidade também afirmou que o Conselho Mundial aprovou os regulamentos técnicos e esportivos para a temporada de 2013.
 

F1, Calendário 2013:

 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube