FIA diz que trabalha em calendário “criativo e flexível” com Fórmula 1 para 2021

Jean Todt não acredita que a pandemia do novo coronavírus vai estar controlada até 2021. Por isso, ele espera que o calendário da próxima temporada de Fórmula 1 seja feito pensando em adiamentos, cancelamento e reposições, como em 2020

A pandemia do novo coronavírus bagunçou todo o calendário da Fórmula 1 em 2020. Provas foram adiadas, algumas etapas foram canceladas e outras permanecem indefinidas até o momento. A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) já planeja um cronograma para o próximo ano e deixa uma certa flexibilidade pensando em possíveis impactos futuros da crise da Covid-19.

Até o momento, a temporada 2020 tem 13 corridas confirmadas, todas elas na Europa, com quatro delas já disputadas. Inicialmente, a Fórmula 1 pensava em realizar 22 etapas ao longo do ano.

Provas como Austrália, Mônaco, Holanda, Brasil, Estados Unidos, México e Canadá foram canceladas. Enquanto isso, eventos como Bahrein e Abu Dhabi seguem indefinidos, mas com boas possibilidades de entrarem no calendário em breve.

Interlagos não vai receber a Fórmula 1 em 2020 e segue com o futuro indefinido na categoria (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)

Em entrevista com alguns jornalistas durante o fim de semana do GP da Inglaterra, Jean Todt, presidente da FIA, comentou que a federação já trabalha em um cronograma para a próxima temporada.

“Há uma reciprocidade dos papéis entre Fórmula 1 e FIA, os detentores comerciais e reguladores. Do lado dos promotores, a parceria funciona com o calendário que será enviado à FIA”, afirmou o dirigente.

“Claramente estou convencido de que o campeonato de 2021 vai precisar ser criativo e flexível porque infelizmente, e essa é minha visão, não teremos superado a pandemia”, completou o ex-chefe de equipe da Ferrari.

Para suprir a ausência de algumas etapas em 2020, a Fórmula 1 criou rodadas duplas em circuitos como Red Bull Ring e Silverstone, além de incluir as pistas de Ímola, Nürburgring e Portimão.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube