Traçado clássico de Nürbürgring passa por reformas e recebe licença máxima da FIA

Promotores do tradicional circuito de Nürbürgring investiram cerca de R$ 14,2 milhões em recapeamento do asfalto e instalação de novos e seguros alambrados

FÓRMULA 1 2022: QUEM FOI BEM E QUEM FOI MAL NOS TESTES DO BAHREIN?

Antes considerado um das mais perigosas pistas da história do automobilismo, o traçado de cerca de 22,8 km do circuito de Nürbürgring passou por melhorias estruturais de segurança e agora detém o certificado de Grau 1, da Federação Internacional de Automobilismo (FIA). Com isso, a configuração longa do autódromo alemão, batizada de “Inferno Verde”, está elegível para sediar uma prova de Fórmula 1.

Entre o final de 2021 e o início de 2022, considerado o período de férias na Europa, os promotores de Nürbürgring organizaram as obras de recapeamento em 2,5 km do traçado, além da instalação de 300 metros de novos alambrados com sustentação aprovada pela FIA.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Traçado clássico de Nürbürgring passou por melhorias (Foto: Porsche)

Ao todo foram investidos cerca de €2,5 milhões (aproximadamente R$ 14,2 milhões) em melhorias em infraestrutura na pista. Agora, o batizado de “Inferno Verde” pelo tricampeão mundial de F1, Jackie Stewart, adquiriu a licença grau 1 de segurança da FIA, com o vencimento em 2025. O traçado foi palco do horroroso acidente que por pouco não tirou a vida do também três vezes campeão mundial, Niki Lauda, mas que o deixou com queimaduras graves e o levou ao coma em 1976,

O traçado curto do circuito alemão que recebeu provas da Fórmula 1 pela última vez em 2020, também passou por ajustes. Diante dessas melhorias, há o desejo do chefe de Nürbürgring, Ingo Boder, em retornar ao calendário da principal categoria do automobilismo.

Porém, as elevadas taxas de entradas da categoria, que custam entre US$ 20 e 25 milhões – R$ 103,7 milhões e R$ 129,6 milhões – têm impedido o tradicional autódromo alemão de voltar à F1.

“Estamos falando de taxas de entrada muito altas em comparação à receita que podemos gerar. Infelizmente, sempre fica uma lacuna grande demais para nós, como empresa de médio porte, lidarmos com isso”, afirmou em entrevista ao site alemão Motorsport-Total.

Mesmo sem a F1, os traçados curto e total do circuito têm uma programação completa para o ano, com destaque para as 24 horas de Nürbürgring, prova que conta com a participação de mais de 100 carros e está no calendário do automobilismo alemão desde 1970. A tradicional corrida de endurance acontece entre os dias 26 e 29 de maio.

GUIA FÓRMULA 1 2022
Fórmula 1 vive temporada de revolução e torce por reedição de batalha épica
Caçador experiente, campeão Verstappen passa a ser maior das caças da F1
Desafiante e mordido, Hamilton vai atrás de melhor versão em revanche na F1
Novo regulamento vira prato cheio para chance de ouro de veteranos do grid da F1
Fórmula 1 volta ao passado para acertar futuro e equilibrar forças do grid
Ferrari atropela McLaren e entra na temporada com top-3 como meta mínima
Alpine e Aston Martin investem alto por escalada improvável no pelotão
De Sainz a Norris: a turma de jovens que pode fazer estrago na F1

# Mercedes e Red Bull contam com protagonistas e fiéis escudeiros para duelo 2.0
# Williams, Alfa Romeo e Haas miram subida no grid em ano de renovação
# Magnussen e Albon retornam, e Zhou é único estreante da Fórmula 1
# Fórmula 1 mira calendário recorde em ano de guerra, pandemia e Copa do Mundo
# Schumacher e Tsunoda entram em segundo ano pressionados por menos erros

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar