F1

FIA marca audiência sobre revisão de punição imposta a Vettel no Canadá para sexta-feira

Em curto comunicado emitido na manhã desta quinta-feira, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) anunciou que a audiência sobre a revisão da polêmica punição imposta a Sebastian Vettel no GP do Canadá vai acontecer às 14h15 (horário da França, 9h15 de Brasília)

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
A revisão da polêmica punição imposta a Sebastian Vettel no GP do Canadá de Fórmula 1, há quase duas semanas, já tem data marcada. Nesta sexta-feira, a partir de 14h15, horário local (9h15 de Brasília), a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) reservou uma audiência para que a Ferrari apresente novas evidências que possam reverter a sanção em Montreal. A audiência vai ser realizada na sala dos comissários no circuito de Paul Ricard, palco do GP da França deste fim de semana.

Mike Kaerne, Emanuele Pirro, Gerd Ennser, comissários que atuaram no GP do Canadá, e Mathieu Remmerie, que vai atuar também neste fim de semana de GP da França, vão se reunir para analisar o que a Ferrari considera ser uma nova evidência para absolver Vettel.
 
A definição de dia e horário da audiência foi publicada na manhã desta quinta-feira, enquanto a F1 se prepara para o início dos trabalhos de pista em Paul Ricard a partir desta sexta-feira. A Ferrari trabalha assim para que os comissários reconsiderem a decisão, tomada por unanimidade no Canadá, que resultou na perda da vitória de Vettel, que cruzou a linha de chegada na frente. Contudo, Lewis Hamilton foi declarado vencedor.
A Ferrari tenta reverter a punição imposta a Sebastian Vettel no Canadá (Foto: AFP)
Durante a disputa da corrida no circuito Gilles Villeneuve, Vettel vinha liderando a corrida e sendo pressionado por Lewis Hamilton, quando errou na entrada da curva 3 no giro 48 e cortou pela grama, voltando ao traçado na sequência e espremendo o rival. Não houve toque, mas os comissários entenderam que o alemão conduziu o carro de maneira perigosa no retorno ao asfalto e decidiram por uma sanção de 5s.
 
“Os fiscais receberam uma evidência em vídeo que o carro #5 saiu do traçado na curva 3, retornou na 4 de maneira não segura e forçou o carro #44 fora da pista. O carro #44 teve que tomar uma ação evasiva para evitar a colisão”, escreveu a FIA logo após a corrida.
 
“Os competidores são lembrados que têm o direito de apelar certas decisões dos fiscais, de acordo com o Artigo 15 do Código Esportivo Internacional da FIA e o Artigo 9.1.1 das Regas Judiciais e Disciplinares da FIA, com os limites aplicáveis”, completou.
 
Por conta da punição, com 15 voltas para o fim, Hamilton apenas acompanhou o ritmo de Sebastian até a linha de chegada, herdando a vitória. O #5 ficou bastante irritado com a decisão dos homens da FIA e sequer quis ir ao pódio. No domingo mesmo, a Ferrari afirmou que entraria com recurso, mas acabou desistindo dias depois
 
Agora, a escuderia de Maranello tenta uma revisão, a ser realizada nesta sexta-feira, para reverter o resultado e assegurar a primeira vitória da equipe em 2019 na F1.
 

Paddockast #22
O que torna uma corrida de qualquer categoria legal? E chata?




Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.