FIA promete mudar regras após classificação polêmica de Monza: “Nunca mais vai acontecer”

Presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Jean Todt afirmou que a Fórmula 1 vai mudar as regras para impedir uma repetição da polêmica classificação do GP de Monza

Presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), Jean Todt afirmou que a Fórmula 1 vai modificar as regras para impedir situações como a da fase final da classificação de Monza, quando os pilotos da Ferrari seguraram o pelotão e impediram que os outros melhorassem seus tempos.
 
Na parte decisiva da classificação em Monza, os dez carros em disputa deixaram para sair nos instantes finais, depois que a sessão ficou paralisada por um acidente com Kimi Räikkönen, mas a volta de todos, com exceção de Carlos Sainz, foi excessivamente lenta, o que impediu o giro final para a briga pela pole-position entre Mercedes e Ferrari, principalmente. Os dois carros da equipe italiana comandavam o pelotão e ditaram o ritmo na volta de saída dos boxes.
Jean Todt afirmou que a regra da F1 vai mudar (Foto: Reprodução/Twitter)
Paddockast #33
10 ANOS DE SECA BRASILEIRA NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

A dupla ferrarista, lado a lado, segurou os demais. Daniel Ricciardo, com a Renault, também esteve mais lento que os pilotos que vinham atrás. Sendo assim, apenas Sainz conseguiu abrir volta, mas nada que mudasse a luta pela ponta.

 
“Só posso dizer que nunca mais vai acontecer outra vez”, garantiu Todt ao jornal francês ‘La Derniere Heure’. “Nós vamos mudar as regras. Não podemos impedir que os pilotos deixem os boxes quando quiserem, mas vamos impor um tempo máximo por volta”, seguiu.
 
“O público vem ver um show, mas o que eles fizeram também foi perigoso”, avaliou. “Nós vamos mudar a regra o mais cedo que pudermos”, frisou.
 
Diretor de provas da F1, Michael Mais afirmou que a FIA vai se reunir com os times já em Singapura para discutir uma solução.
 
“Vamos ter discussões aprofundadas em Singapura, mas alguns dos times já apresentaram simulações e ideias de como isso pode ser resolvido”, contou. “Fazer isso atende ao melhor interesse de todos”, concluiu.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube