Filho de Cheever testa Ferrari 35 anos após pai. Treino está marcado para sexta em Vallelunga

Eddie Cheever III vai participar de um treino pela equipe Ferrari nesta sexta-feira em Vallelunga. Riccardo Agostini, campeão da F3 Italiana, e Daniel Juncadella, vencedor da F3 Euro, também estarão presentes

Após 35 anos, a família Cheever está de volta à Ferrari. Nesta terça-feira (6), a equipe italiana anunciou que o Eddie Cheever III – filho do ex-piloto de F1 e Indy – vai participar de um treino no circuito de Vallelunga como prêmio pelo desempenho na F3 Italiana. Além dele, Riccardo Agostini (campeão da F3 Italiana) e Daniel Juncadella (campeão da F3 Euro) também estarão presentes na atividade.

O teste acontece nesta sexta-feira, e o trio de pilotos vai pilotar o carro usado por Fernando Alonso na conquista do vice-campeonato da temporada 2010 da F1.

Eddie Cheever e Riccardo Agostini vão testar pela Ferrari (Foto: F3 Italiana)

O pai de Eddie Cheever estreou na Ferrari aos 19 anos de idade em um treino, há 35 anos. Na ocasião, a escuderia testava alguns jovens pilotos de olho na temporada seguinte da F1 e acabou por escolher Gilles Villeneuve para a vaga.

Sonhando com um futuro parecido, Cheever III se disse emocionado com a oportunidade de seguir o pai e treinar pela equipe italiana. “Pilotar uma Ferrari 35 anos depois de meu pai é uma emoção inesquecível. Vamos torcer para sermos tão rápidos quanto ele foi. Este é um sonho que se torna realidade, e eu espero que tudo saia da melhor maneira possível”, declarou.

Também presente no treino, Riccardo Agostini disse que espera impressionar a Ferrari com seu desempenho. “Eu estou feliz com esse teste, que é tão importante, e estou me preparando para da melhor maneira possível para aproveitá-lo ao máximo. Não é apenas um prêmio fantástico, mas também brilhar em um carro desses é o sonho de qualquer piloto”, disse.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube