Fora da Haas e com futuro incerto, Gutiérrez considera retorno à vaga de reserva na Ferrari em 2017

Esteban Gutiérrez foi trocado por Kevin Magnussen na Haas. Ainda sem contrato para 2017, o mexicano não descarta abrir mão da titularidade na F1 para virar piloto reserva na Ferrari – movimento já adotado em 2015

 
Esteban Gutiérrez ainda não faz ideia de o que vai acontecer com sua carreira em 2017. A passagem pela Haas se provou efêmera, com o mexicano sendo trocado por Kevin Magnussen. Restam poucas vagas em aberto e não dá para cravar que Gutiérrez estará presente na próxima temporada da F1. Nesse cenário, a possibilidade de virar reserva da Ferrari – posto ocupado em 2015 – não pode ser descartada.
 
Gutiérrez considera o retorno à equipe italiana, mesmo que não como titular, pode trazer bons frutos. O mexicano tem boas recordações da relação com a Ferrari em 2015.
 
“Tenho algumas possibilidades. A Ferrari é uma grande equipe que me deixou em uma grande posição ano passado, como terceiro piloto”, disse Gutiérrez. Foi uma oportunidade para aprender com uma das melhores equipes da F1, além de aprender com dois pilotos (Vettel e Räikkönen) muito bons. Foi um ano interessante, acho que é uma relação positiva que continua”, continuou.
Esteban Gutiérrez (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
“Estou trabalhando duro. Mas devo dizer que, sinceramente, não tenho nada confirmado no momento. Sigo trabalhando para colocar as coisas no lugar”, lamentou.
 
Ao analisar seu ano na F1, Gutiérrez parece estar arrependido. De tanto se esforçar para pontuar – algo que ainda não aconteceu em 2016 –, Esteban não percebeu sua condição ruim na Haas.
 
“Meu maior arrependimento é focar muito em conseguir bons resultados, e por focar tanto nisso eu não tomei conta da situação externa. Eu assumo a culpa por isso. Não tinha noção do que acontecia ao meu redor”, concluiu.
 
Em seu último GP como piloto da Haas, em Abu Dhabi, Gutiérrez larga em 13º. O prêmio de consolação é superar o companheiro Romain Grosjean na classificação.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube