Fora do Q2 novamente, Senna diz que falta de tempo para trabalhar acerto complicou treino classificatório

Pela segunda prova seguida, o piloto da Williams ficou de fora da segunda fase do treino classificatório. Com um problema na asa dianteira e sem muito tempo de pista, Senna espera uma prova complicada no circuito de Yeongam

Bruno Senna não tem tido vida fácil nos treinos classificatórios nas últimas duas etapas e, assim como no Japão, o piloto da Williams não foi bem e ficou de fora da segunda parte que definiu o grid de largada para o GP da Coreia, definido neste sábado (13). Ele alegou que um problema na asa dianteira durante o terceiro treino livre comprometeu seu desempenho no circuito de Yeongam.

"Entrei meio às cegas e as experiências que fizemos não funcionaram. Não há muito mais o que falar", contou o piloto, que ficou de fora da última sessão de treinos livres e só teve um treino para acertar o carro. "Foi um problema específico do meu carro, mas parece que não é tão grave nas condições de corrida. De qualquer forma, não estamos bem aqui, como se pode ver pela posição do Pastor Maldonado no grid", continuou, citando o companheiro de equipe, o 15º colocado.

Senna não foi ao Q2 pela segunda prova seguida (Foto: Williams)

No final de semana em Suzuka, Senna envolveu-se em um acidente com Nico Rosberg, da Mercedes, foi punido e acabou a prova apenas na 14ª, mas elogiou o desempenho do carro ao longo da prova. Por isso, ele espera que o desempenho do FW34 se repita em terras coreanas.

"Já sabíamos que nossa vida não seria fácil porque nosso DRS não é tão eficiente quanto o dos nossos adversários. A falta de tempo para trabalhar no acerto complicou ainda mais. Agora, tenho de torcer para o ritmo do carro ser mesmo melhor na prova e ver o que dá para fazer. Mas será uma corrida dura, com toda certeza”, finalizou.

Com 25 pontos na tabela, o brasileiro não pontua desde o GP da Itália, quando terminou a prova na décima colocação e conquistou um ponto.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube